Ladakh Tea ou Chá Tibetano, o chá das montanhas!

Na região de Ladakh, que faz fronteira com o Tibet, na China, faz muito frio, sendo que no inverno a temperatura desce a mais de 40 graus negativos. Para o corpo manter o calor interno, eles consomem muitos alimentos e bebidas gordurosas. Uma das mais famosas é o Ladakh Tea, um chá tibetano salgado e gorduroso.

Ladakh Tea ou Chá Tibetano, com manteiga de Yak

Neste chá é colocado sal do Himalaia e manteiga de Yak, o animal mais importante da região, pois fornece transporte,  carne, leite, queijos e a manteiga.

Yak
Yak ou iaque
Prazer, eu sou um Yak!

Eu experimentei o chá tibetano em Nubra Valley, um deserto gelado que fica num vale entre as montanhas do Himalaia, em Ladakh.

O que eu achei deste chá?
Fazia muito frio naquela tarde e como me disseram que este chá era o mais tradicional da região, resolvi experimentar. Paguei 10 rúpias (cerca de R$ 0,60) por um copo e quando coloquei na boca, a vontade foi de cuspir na hora, mas consegui engolir. Desceu travando, isso que foi só um gole, o resto eu tive que dispensar. O sabor forte e salgado, aliado à gordura da manteiga de Yak era exótico demais para o meu paladar. Eles perceberam que eu não gostei, mas me desculpei dizendo que era realmente muito forte para mim, e pedi um chai indiano tradicional em seguida.

O que compõe o Ladak Tea
O Ladakh Tea ou Chá Tibetano, como também é chamado, possui algumas variações nos ingredientes, mas vou listar os mais tradicionais.

Pu-erh - chá prensado e pós fermentado
Pu-erh

Pu-erh ou Puer, ao contrário da maioria dos chás, é tradicionalmente compactado e envelhecido por alguns anos, sofrendo uma pós-fermentação. Ele é terroso e encorpado, mas seu sabor não é amargo. O nome deste chá vem do condado de Pu'er, na China.

Manteiga de leite de Yak

Esta manteiga, feita com leite de Yak, é tão endurecida que mais se parece com queijo do que com manteiga.

Sal do Himalaia
Sal do Himalaia

O sal do Himalaia já é bem conhecido por aqui, embora seja um sal bastante caro. Em Ladakh, região que fica nos Himalaias, este sal é o mais comum.

Receita do Ladakh Tea ou Chá Tibetano
Para quem quiser arriscar e fazer este chá tibetano, segue a receita para quatro xícaras e vou explicar também o que você pode usar para substituir alguns ingredientes que não encontramos por aqui.

Ingredientes
- Pu-erh, mas você pode usar chá preto
- Sal do Himalaia - 2 colheres de sopa
- Creme de leite -  2/3 xícara (se você não quer um chá tão encorpado, coloque leite, ao invés do creme de leite)
-  Manteiga de iak (ou de leite de vaca) - 2 colheres de sopa
- 2 xícaras de água

Modo de fazer
Ferver as 2 xícaras de água, adicionar o chá preto e deixar fervendo por 3-5 minutos. Adicione o creme de leite e o sal, misture bem e mexa até ferver novamente. Por último, adicione a manteiga e mexa durante 2 a 3 minutos, misturando bem. Tire do fogo e sirva a seguir.

Curiosidades sobre o chá tibetano
- Este chá é a bebida nacional tibetana.
- Nas montanhas de Ladakh e do Tibet, durante o rigoroso inverno, os moradores bebem cerca de 60 copos pequenos por dia deste chá, para hidratação e nutrição.
- A manteiga de Yak é também usada para fazer esculturas de manteiga, durante o ano novo tibetano (o mesmo que o ano novo chinês).

Não me animei a fazer este chá e talvez nunca faça, mas se, por curiosidade, alguém se animar,  deixe aqui nos comentários.

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.