Produtinhos de beleza comprados na Tailândia

Quando eu viajo, meu objetivo nunca é fazer compras, sempre aproveitar ao máximo os passeios, até porque nunca tenho espaço sobrando na mala, mas quem diz que eu resisto? Até porque eu tinha sobrado alguns Baths (moeda da Tailândia) e decidi fazer umas comprinhas para queimar esta sobra, já que não valia a pena trocar novamente por dólares.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia
São poucas coisas, pois gastei só os Baths que sobraram. 

Aqui na Malásia não vou comprar nada, porque o valor que eu troquei na moeda local vai fechar certinho com a minha previsão de gastos. Até queria ter trocado mais, pois tem tantas coisas legais aqui, muitos produtos coreanos que eu adoro e tudo super barato, mas a minha mala já está estourando, tenho que me controlar. Só farei compras em Delhi, nos últimos dias, daí eu vejo o que eu posso ainda colocar na mala.

Vou mostrar melhor o que eu comprei e conforme vou usando, farei as resenhas dos produtos. Não lembro os preços de quase nada, mas se achar as notas fiscais, depois complemento aqui.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia

Estes produtos nem são de beleza, são de higiene, mas coloquei para mostrar a versão mini destes desodorantes, perfeitos para viagens ou para carregar na bolsa. Adorei. As pastas de dente também em tamanho bem prático. A pasta que está de pé é ecológica e não sei mais o que, mas o sabor, muito amargo, não é para o meu paladar. Mas vou tentar usá-la toda.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia

Protetor solar SPF 50, da marca Le'Skin. Comprei porque os 2 da Vichy que eu trouxe acabaram. Este protege bem, mas,m infelizmente, não é toque seco. Também não é oleoso, mas não posso me basear pelo clima daqui, super úmido e tudo o que eu coloco na pele, escorre em minutos. Farei resenha dele depois.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia

Este produto promete fechar os poros. Vendiam na embalagem grande, mas não era barato, então comprei este sachê para testar e,s e eu gostasse, voltaria para comprar o tamanho full size. Nem testei e muito menos voltei para comprar. Tomara que eu não goste, senão ficarei com muita raiva depois...

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia
Trio iluminador, corretivo e sombreador

Um único produtinho de maquiagem, este trio iluminador, corretivo e sombreador.  Usei apenas o corretivo, depois que usar todos,  farei a resenha completa.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia

Clareadores de manchas para a pele do rosto e mãos. Não sei como funciona, vou ler depois com calma e testar nas mãos, que estão com algumas manchas de sol.

Produtinhos de beleza comprados na Tailândia
 
Este é um kit completo para tratar e clarear a pele do rosto, vem até com protetor solar. Não tenho manchas no rosto, mas como ainda vou enfrentar muito sol e calor aqui na Ásia, comprei para usar na volta e dar uma melhorada no aspecto da pele. Li algumas resenhas sobre estes produtos e gostei, por isso decidi arriscar. O preço do kit completo foi 599 Baths, o equivalente a R$ 70,00. Muito barato.

Então foram estas as comprinhas de beleza que eu fiz na Tailândia, apenas para torrar a moeda local que eu sobrei.

O que você achou destes produtinhos? Ficou curiosa com algum em especial?

Beijos,
Ana Maria
LEIA MAIS

Testando protetor solar indiano Himalaya Lotion FPS 15

Faz tempo que eu queria postar sobre o Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15, que eu o comprei ainda em Udaipur, no estado do Rajastão (Índia), há cerca de um mês e só consegui agora, em Delhi e, mesmo assim, em 1h já estou indo novamente para o aeroporto. 

Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15

No rosto eu uso o Vichy FPS 50, mas como aqui na Ásia é verão e faz muito calor, pelo menos os braços ficam muito expostos ao sol, inclusive já levei uma bela torrada em Udaipur, então não dá para sair na rua sem proteger todas as partes do corpo que ficam expostas ao sol.

Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15

O que diz o fabricante: Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15 é uma formulação de ação dupla que protege contra os raios UV prejudiciais e, ao mesmo tempo, nutre a pele.

Himalaya Protective Sunscreen Lotion contém ervas como o Ginger Lily Spiked e Galangal Maior, que têm propriedades naturais de proteção UV. Com um mix de ingredientes naturalmente derivados, incluindo o Ginger Lily, Aloe Vera, Greater Galangal e Crab Apple, o Protective Sunscreen Lotion ajuda a proteger a pele contra os efeitos nocivos do sol, que incluem bronzeamento e envelhecimento prematuro. 

Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15

Função dos principais ingredientes:

Ginger Lily Spiked: possui uma ampla gama de benefícios terapêuticos. Os rizomas da planta são usados ​​como agentes anti-sépticos para dores musculares e dor. O cravinho Ginger Lily também é um hidratante da pele eficaz. 
Aloe Vera: conhecida por suas muitas propriedades curativas, é rica em enzimas, polissacarídeos e nutrientes que exibem ação antibacteriana e antifúngica moderada. Um inibidor natural de UV, suas propriedades hidratantes, suavizantes e hidratantes intensas nutrem a pele. 
Greater Galangal: também conhecido como gengibre tailandês ou siamês, é um protetor natural da pele que protege a pele dos raios UV e do envelhecimento prematuro. 
Crab Apple: é uma rica fonte de antioxidantes e vitaminas que previne a degeneração das células da pele e o envelhecimento prematuro da pele. 

Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15

Instruções de uso: Aplique a Loção Protetora de Proteção Solar na pele exposta, incluindo o rosto, pescoço e braços antes de ir ao ar livre durante o dia. Evite a área ao redor dos olhos. Apropriado para todos os tipos de pele.


Minha experiência: gosto muito desta marca indiana Himalaya e já usei diversos produtos, mas ainda não tinha usado nenhum protetor solar e decidi comprar um para testar. O Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion SPF 15 é uma loção, como já diz no nome e o bom de ser loção é que não é nada gorduroso.


A loção é bem líquida e é preciso cuidado para não desperdiçar produto. Espalha bem fácil e é rapidamente absorvido pela pele. A pele fica bem sequinha, mas macia, com a sensação de ter passado um hidratante e não um protetor solar. O cheirinho também é muito agradável, sutil, não incomoda. Pode ser aplicado também no rosto, mas como a proteção é baixa, eu passo apenas no corpo e reaplico quando eu lembro. E, mesmo sendo FPS 15, ele consegue dar uma proteção razoável, já que não me queimei mais depois que comecei a usá-lo.

Comprei o Protective Sunscreen Lotion Himalaya Protective Sunscreen Lotion  SPF 15 em uma farmácia e paguei 200 rúpias, ou seja, cerca de R$ 10,00. É muito barato mesmo. Não tem à venda no Brasil (talvez São Paulo, não sei...), mas já vi produtos desta marca no ebay.

Você já conhecia esta marca indiana?

Beijos,
Ana Maria
LEIA MAIS

Assistindo ao nascer do sol no Taj Mahal!

Depois da visita noturna ao Taj Mahal, na última noite de lua cheia, no início do mês de abril, na manhã seguinte, eu madruguei e fui assistir ao nascer do sol lá no Complexo.  Esta foi a minha sexta visita ao Taj Mahal.

nascer do sol no Taj Mahal
Não ficou tão bonito como eu queria, mas não deixa de ser um pulinho no Taj Mahal.

Durante o dia, o Complexo do Taj Mahal abre 30 minutos antes do nascer do Sol e  fecha 30 minutos depois do sol se pôr.

nascer do sol no Taj Mahal
Amanhecendo o dia no Taj Mahal

Estes horários de abertura e fechamento da visitação diurna ao Taj Mahal não são fixos, pois a cada estação do ano, o sol nasce e se põe em diferentes horários, por isso foi fixado os 30 minutos antes e depois.

nascer do sol no Taj Mahal
Taj Mahal ao amanhecer, ainda encoberto com uma pequena névoa

nascer do sol no Taj Mahal

Quando eu fui, cheguei ao Taj Mahal em torno de umas 5h da manhã, ainda estava um pouco escuro, mas a fila para entrar já era grande. Os portões se abriram pouco antes das 6 horas da manhã.

nascer do sol no Taj Mahal

Quando eu fui, cheguei ao Taj Mahal em torno de umas 5h da manhã, ainda estava um pouco escuro, mas a fila para entrar já era grande. Os portões se abriram pouco antes das 6 horas da manhã.

nascer do sol no Taj Mahal

Eu já tinha ido em quase todos os horários, pela manhã, tarde,  pôr do sol, noite, só faltava presenciar o nascer do sol para fechar todos os turnos e lá fui eu.

nascer do sol no Taj Mahal
É muito lindo acompanhar o nascer do sol, mesmo sendo em um prédio na lateral do Complexo.

nascer do sol no Taj Mahal
Aqui eu dei um zoom, mas está sem filtro algum.

Assim como o sol não se põe em cima do Taj Mahal e sim à direita dele (ou à esquerda de quem o olha de frente), o sol também não nasce em cima, mas à esquerda deste (ou à direita de quem o olha de frente). 

nascer do sol no Taj Mahal
Para pisar na plataforma do Taj Mahal já é obrigatório tirar os calçados ou usar esta proteção.

nascer do sol no Taj Mahal

E a lua cheia também não fica sobre o Taj Mahal nos horários de visitação noturna. o que presenciamos são os efeitos e cores da luz do dia  ou da noite, sobre o mármore branco, o que também não deixa de ser um espetáculo.

nascer do sol no Taj Mahal
No momento desta foto deveria ser em torno de 9 horas da manhã

Quando o sol está sobre o Taj Mahal é mais ou menos meio dia e é tão forte e deixa o mármore tão branco que chega a ofuscar nossa visão, nem é bom ficar olhando muito, pois a claridade é extrema.

nascer do sol no Taj Mahal
Vista do Taj Mahal de um dos jardins laterais

O preço da entrada para estrangeiros é de 1.000 rúpias (cerca de 50 reais), podendo ficar o dia inteiro, mas se sair do Complexo e quiser entrar novamente é necessário um novo bilhete. 

Os indianos param 40 rúpias e podem ficar apenas 3h, mas não vi nenhum controle sobre isso, apenas avisos na bilheteria. No bilhete dos estrangeiros também consta esta informação e acredito que, em breve, a permanência de 3h será regra para todos.

nascer do sol no Taj Mahal
Conforme a luz do dia, o mármore branco do Taj Mahal adquire tonalidades diferentes.

Horários de picos na visitação
O Taj Mahal é bastante disputado no amanhecer e fim de tarde,. As filas são enormes, mas andam rápido. 
Quando é cerca de 10h da manhã até mais ou menos 13h ou 14h da tarde, no auge do sol forte, o Complexo fica bem tranquilo, com pouca gente e dá para entrar no mausoléu praticamente sem fila alguma.

nascer do sol no Taj Mahal
Foto feita de dentro do Mausoléu

nascer do sol no Taj Mahal

Quando entramos, andamos em sentido horário em volta desta grade que circunda os túmulos do Imperador Shah Jahan e da Muntaz Mahal.

nascer do sol no Taj Mahal

E chegamos em frente já na porta de saída. Esta lamparina em cima do túmulo da Muntaz Mahal fica  eternamente acesa e na visitação noturna podemos vê-la brilhando lá no fundo.

nascer do sol no Taj Mahal
À esquerda, o Taj Mahal, no centro uma das mesquitas espelhos e à direita, o Rio Yamuna.

nascer do sol no Taj Mahal
Rio Yamuna, que corre atrás do Taj Mahal.

Privatização do Taj Mahal 
O governo da Índia está estudando privatizar a exploração do Taj Mahal e de outros monumentos históricos e vem recebendo severas críticas por isso.
A Índia é um museu a céu aberto, com muito monumentos, alguns milenares e não está dando conta da manutenção de tudo isso e de atender a população no que é essencial. Se não privatizar, o destino de tão importantes monumentos é a deterioração.
Embora neste ano, quase todos os principais monumentos da Índia estão sendo restaurados, inclusive o Taj Mahal (que começou ainda no ano passado), é necessário haver uma manutenção constante. 

nascer do sol no Taj Mahal
A cúpula ainda não foi restaurada e está bastante amarelada, mas a limpeza começará em breve

nascer do sol no Taj Mahal

nascer do sol no Taj Mahal
Detalhes com as pedras preciosas incrustadas no mármore a mais acima, dizeres do alcorão.

Manter em dia uma enorme quantidade de monumentos históricos é uma tarefa cara demais para um país que ainda tem tantas necessidade básicas para serem atendidas. Eu penso que o governo está certo em privatizar a exploração e conservação destes monumentos, antes que eles virem ruínas.

nascer do sol no Taj Mahal
nascer do sol no Taj Mahal

O post de hoje eu classifico mais como uma galeria de fotos do Taj Mahal ao amanhecer, pois nos posts anteriores eu já escrevi muitas informações sobre ele e vou deixar todos os links no final deste post.

nascer do sol no Taj Mahal
Os indianos são muito curiosos com os turistas e sempre pedem para tirar fotos.

Que tal estas fotos ao amanhecer? Ou você achou mais bonito no decorrer do dia ou então, no pôr do sol? Se ainda não viu, abaixo estão os links de todos os posts e vídeos já publicados aqui  sobre o Taj Mahal.

Beijos,
Ana Maria

Posts e vídeos já publicados aqui sobre o Taj Mahal

nascer do sol no Taj Mahal

Posts e vídeos de 2018
- Vídeo sobre o Taj Mahal e com a participação especial dos meninos do Canal Índios pela Índia: Encontro Especial no Taj Mahal
- Vídeo com uma participação especial minha no canal Índios pela Índia: O que tem dentro do Taj Mahal.
- Post sobre a visitação noturna: Visita ao Taj Mahal em noite de lua cheia
- Vídeo sobre a visita noturna: Taj Mahal como você nunca viu!

Posts e vídeos publicados em 2016:
- Post: O Misterioso Jardim da Lua (onde seria construído o Taj Mahal em mármore negro)

Post de 2015
LEIA MAIS

Vídeo inédito:Visita noturna ao Taj Mahal!

Para quem já leu o post, onde conto com detalhes como é, quanto custa e onde comprar o ingresso para visitar o Taj Mahal em noite de lua cheia, agora chegou a vez do vídeo. Se você ainda não leu, depois volte um post e saiba mais detalhes sobre esta visita, pois em vídeo eu procurei não me alongar.

Visita noturna ao Taj Mahal!

Como eu expliquei em vídeo e no post, esta visita mostra uma beleza que é invisível aos olhos, pois ela trabalha com nossas emoções.

No meu ponto de vista, de quem já visitou o Taj Mahal diversas vezes durante o dia, valeu muito à pena visitá-lo à noite, mas para quem nunca foi, recomendo prioridade com a visita diurna.

Mas agora, sem mais delongas, aperta o play e vem comigo visitar o Taj Mahal em noite de lua cheia.


Se você gostou do vídeo, deixe seu like lá no youtube, é muito importante para ajudar no crescimento do canal. E se você gostou muito, compartilhe o vídeo em suas redes sociais. Obrigada!

Ah, já se inscreveu no canal? Estou te esperando!

Beijos,
Ana Maria
LEIA MAIS

Tudo sobre a visita ao Taj Mahal em noite de lua cheia!

Muita gente não sabe, mas o Taj Mahal abre para visitação noturna em algumas noites de lua cheia, começando duas noites antes e duas depois, ou seja, 5 noites por mês apenas, exceto quando estas datas caem em sexta-feira (dia sagrado para os muçulmanos) ou durante o mês do Ramadã (geralmente entre maio e junho).

visita noturna ao Taj Mahal

Eu fiquei sabendo desta visita em 2016, fiquei muito curiosa e já tinha colocado na minha lista de desejos em uma próxima visita à Índia. e desta vez, realizei já tinha planejado que quando voltasse a Índia, a primeira coisa a fazer, seria esta visita noturna, pois já tinha feito outras durante o dia.

visita noturna ao Taj Mahal

Como e onde comprar ingressos para a visita noturna
Diferente da diurna, que é vendida na hora, em dois portões (Leste e Oeste), os ingressos para visita noturna de Taj Mahal têm de ser comprados com um dia de antecedência, no escritório da Pesquisa Arqueológica da Índia, 22, estrada Mall, Agra/UP. 
www.tajmahal.gov.in

visita noturna ao Taj Mahal

Contato com a administração do Taj Mahal
Mandei um email para o site do Taj Mahal, solicitando informações, eles responderam no dia seguinte e foram muito solícitos. Caso você também precise entrar em contato, o email é: agrauptourism@gmail.com

Documentos: entregar uma cópia do passaporte e do visto indiano, duas fotos 3 x 4, preencher um formulário e pagar 750 rúpias. Indianos pagam 510.

* Para a visita diurna, estrangeiros pagam 1.000 rúpias e indianos, 40 rúpias e os ingressos não são nominais.


visita noturna ao Taj Mahal
Eu comprei para o último horário, da visita noturna, entre 20h30min e 21h.

Cada ingresso para a visita noturna é nominal e intransferível. Pode ser trocado para outro dia, mas não pode ser passado para outra pessoa, pois no horário de entrada, precisamos nos identificar e o ingresso é conferido.

Termos e Condições para a visita noturna, impressos no bilhete:

1 - Entrada: com ticket e carteira de identidade (ou passaporte, no caso de estrangeiros) ;
2 - Horário: se apresentar 30 minutos antes do horário da visita, no Shilpgram 9fica no caminho do portão Oeste do Taj Mahal);
3- Miradouro:  plataforma de arenito vermelho, no portão principal;
4- Não haverá nenhum reembolso para visão pouco clara devido a condições ruins imprevistas;
5- A visualização pode ser cancelada devido a imprevistos; 
6- Somente câmeras fixas (e binóculos são permitidos (não é permitido tripés ou filmadoras);
7 - É permitido cancelar até 12h antes da data de visualização, sujeita a dedução de 25% do valor do bilhete.

visita noturna ao Taj Mahal

Os visitantes são levados até a entrada do Taj Mahal nestes micro ônibus híbridos, escoltados por policiais.

visita noturna ao Taj Mahal
Policial a postos, aguardando o motorista do ônibus que nos levará ao Taj Mahal.

Segurança
A segurança parece ser exagerada, mas não é, já que o Taj Mahal é constantemente ameaçado de atentados. Na noite que eu fui, a segurança estava muito reforçada e no dia seguinte, quando fui ao amanhecer, também percebi uma segurança maior do que nas outras vistas feitas durante a semana, então imagino que existia alguma suspeita recente.

Não pode entrar com nada, nem relógio, nem celular, bolsa, bateria e memórias extras, apenas uma câmera fotográfica. Existem armários individuais, com chaves, onde podemos deixar nossos pertences. Levamos apenas a chave e a câmera.

Se passa por revista, detector de metais, assim como é na visita diurna, mas esta é muito mais minuciosa.

Identificação e revista
Na noite da visita, é preciso chegar no endereço impresso no bilhete, um Shilpgram (que fica no caminho para a entrada do portão oeste do Taj Mahal, com 30 minutos, para identificação e revista pela polícia indiana,

Eu e meu amigo erramos o local de apresentação e fomos pedir informações a um policial. Como estávamos atrasados, ele nos deu uma carona, de moto, até o Shilpgram. Foi uma aventura massa.

visita noturna ao Taj Mahal
Na moto, de carona com a polícia indiana

Depois de todos identificados e revistados, entramos em  um micro ônibus hibrido, com dois policiais dentro, um ao lado do motorista e outro, no fundo do ônibus, que nos leva os visitantes a entrada do Taj Mahal, onde um dezenas de policiais fortemente armados vigiam a entrada.

visita noturna ao Taj Mahal
Chegada em frente ao Portão oeste do Complexo do Taj Mahal

Quantidade de pessoas e duração da visita
São, no máximo, 8 turmas por noite, com até 50 pessoas cada (na minha turma tinha cerca de 25 pessoas), com direito a permanecer apenas 30 minutos diante do Taj Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Já dentro do complexo, mas ainda do lado de fora do portão principal. A seta mostra o Taj Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Esta foi a minha 5ª visita ao Taj Mahal e a primeira à noite! 

visita noturna ao Taj Mahal
Portão principal de acesso ao mausoléu.

Enfim, de frente para o Taj Mahal
Mas não se pode chegar perto, apenas passamos o Portal de entrada e ficamos admirando de longe.

visita noturna ao Taj Mahal
Por medidas de segurança, à noite, não podemos passar deste mirante!

visita noturna ao Taj Mahal
Aqui, ainda com as luzes acesas.

Quando todos já se posicionaram de frente para o Taj Mahal, todas as luzes do complexo são apagadas e um silêncio perturbador toma conta. 

visita noturna ao Taj Mahal
Então, todas as luzes se apagam e ficamos nós, de frente para este gigante solitário!

Ficamos admirando com o Taj Mahal, lá no fundo, solitário, e com o brilho de uma pequena luz, eternamente acesa, que fica sobre o túmulo da Muntaz Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Esta luzinha no centro do Taj Mahal é a que fica eternamente acesa, sob o túmulo da Muntaz Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Liguei a câmera no modo noturno, por isso a foto saiu mais clara do que era a visão no local.

Beleza invisível aos olhos e muita emoção
Não espere ver uma beleza visível aos olhos. A escuridão e o silêncio se destacam sobre o mármore branco do mausoléu e mesmo a lua cheia não tem forças para iluminá-lo. Trata-se de sentir a beleza e não de ver. O silêncio faz um barulho enorme dentro de nós e a emoção toma conta, causa até arrepios.

visita noturna ao Taj Mahal
Câmera no modo noturno

É uma visita para se registrar na alma, no coração e na memória. Na câmera fotográfica ela não reproduz o que representa, pois é uma beleza invisível aos olhos.

visita noturna ao Taj Mahal

Valeu a pena esta visita noturna?
Para mim, que já tinha feito várias visitas diurnas, valeu muito a pena, pois foi uma visita que trabalhou muito com a emoção. Mas não recomendo como primeira ou única visita ao Taj Mahal, pois ele precisa ser visto e admirado com toda a sua beleza e magnitude, que só a luz do dia pode proporcionar. Mas se puder, vá também à noite, é uma experiência muito diferente.

visita noturna ao Taj Mahal

Era noite de lua cheia, mas a lua estava posicionada no lado inverso do Taj Mahal. Assim como o sol, que nasce e se põe na lateral do Taj Mahal, a lua também não quis competir com ele.

visita noturna ao Taj Mahal
Taj Mahal fica à minha direita e a lua estava no lado oposto.

Provavelmente, em algum horário mais tarde, a lua fique sobre o Taj Mahal, mas este horário já não é mais disponível para visitação. Como eu informei acima, fui no último horário.

visita noturna ao Taj Mahal

Vou encerrar este post com um pequeno relato que eu fiz e publiquei nas redes sociais no dia seguinte à minha visita noturna, ainda meio emocionada:

A emblemática visita ao TAJ MAHAL em noite de lua cheia
Ontem à noite eu fiz a tão desejada visita em noite de lua cheia ao Taj Mahal. Foi no último horário do último dia deste mês em que o Taj foi aberto à visitação (à noite).
Depois de passar por um rigoroso controle e revista, a polícia indiana nos levou de ônibus hibrido até o ponto onde poderíamos apreciar o Taj. Não podemos tocá-lo, sequer chegar perto, como na visita diurna, mas foram 30 minutos que passaram num piscar de olhos.
De repente, todas as luzes se apagaram e ficamos em silêncio, tentando segurar a emoção: lá estava ele, mais majestoso e imponente do que nunca. 
Tão solitário quanto gigante, nem a lua cheia teve forças para iluminá-lo. 
O Taj Mahal não transmite beleza no escuro, mas emite uma energia tão forte que chega a causar calafrios. A energia é boa e a emoção toca fundo o coração. 
Todas as minhas 6 visitas ao Taj Mahal foram emocionantes e tiveram significados especiais, mas a visita noturna tocou nas profundezas da minha alma! E as únicas palavras que eu pude dizer foi: obrigado meu Deus, por este privilégio! 03/04/2018


O que você achou desta visita? Se ficou alguma dúvida ou curiosidade sobre esta visita, é só deixar sua pergunta nos comentários.

Beijos,
Ana Maria
LEIA MAIS