Sadar Bazar, o maior mercado atacadista a céu aberto da Índia!

Eu notei que os posts aqui no blog que possuem um acesso muito grande, acima da média, são os que mostram os mercados de rua, seja de comidas, artesanato ou moda.


Enfim, são estes mercados que representam muito da essência de cada lugar. Por isso, hoje eu vou mostrar um pouco de um mercado de rua enorme, muito confuso, muito tudo, chamado de Sadar Bazar, localizado na região norte de Delhi, a capital da Índia.


Sadar Bazar é o maior mercado atacadista de artigos para o lar (bazar, roupas, etc.) na India e alguns o consideram também o maior do gênero na Ásia!


Como outros grandes mercados de rua, o Sadar Bazar é um mercado muito lotado e frenético. Embora seja um mercado atacadista, muitos compradores de varejo e alguns turistas, como eu, também circulam em meio àquela confusão toda.


Ontem eu postei a foto acima no face e no instagram. São cenas como esta que não me deixam perder a fé na humanidade! Seja qual for o trabalho de um homem, ele sempre será digno!


O Sadar Bazar consiste em numerosos mercados menores, incluindo Pratap Bazar, Swadeshi Bazar e Teliwara Bazar ou mercado da madeira. 


O mercado, como um todo, oferece vários itens, como utensílios domésticos, brinquedos, bijuterias, calçados, roupas, inclusive muitas falsificações de marcas famosas, principalmente as esportivas.


A parte que mais me chamou a atenção, além do pó colorido para o Holi, foram os alimentos, por isso você está vendo muita foto de comida por aqui. Os demais artigos eu nem olhei muito.


As comidas mais autênticas da India são encontradas neste mercado, principalmente frituras e doces tradicionais.

A beleza dos grãos multicoloridos. A Índia é isso, cores, aromas e sabores, tudo muito acentuado!

A parte que mais me chamou a atenção, foi a de alimentos, por isso você verá muitas fotos  disto por aqui. Os artigos para casa e de decoração eu não olhei muito.

As frutas são muito bonitas e praticamente as mesmas que temos por aqui.

Sadar Bazar sofre com o excesso de barracas e comerciantes. Há muitos cortes de energia, falta de instalações sanitárias, acesso ruim e muito engarrafamento. 


Apesar de ser tão caótico, o Sadar Bazar continua a ser uma atração turística. Como eu citei no início do post, os mercados, principalmente os de rua, são a alma do lugar.


Nem consigo imaginar como fica este mercado em dias de chuva, principalmente no período das monções. Deve ser o caos do caos!


Visitei o Sadar Bazar próximo do início da primavera (19 de março de 2016), quando os indianos comemoram o Holi, o Festival das Cores. Neste festival, que dura cerca de 3 dias, todo mundo se pinta e sai pelas ruas dançando e festejando a primavera.


Eu passei o Holi em Jodhpur e saí de lá com os cabelos manchados de rosa e uma gripe que me acompanhou por cerca de um mês. Mas isso será contado nos posts de Jodhpur.

No Sadar Bazar eu não escapei de me pintarem o rosto. Eu estava na vibe  e deixei!

O suco de romã (pomegranade) é maravilhoso!

Devido ao enorme movimento e volume de mercadorias negociados  todos os dias, uma visita ao Sadar Bazar pode ocasionar uma sobrecarga sensorial na gente, pois tudo é muito intenso, desde o visual, o movimento, o barulho, as cores, o cheiro, a poluição...
*Sobrecarga sensorial ocorre quando um ou mais dos nossos sentidos sofre um excesso de estimulação do meio ambiente.

Quem disse que os indianos são todos baixinhos?


Apesar da confusão toda que é este mercado, os preços dos imóveis são muito valorizados na área.


Muitas famílias frequentam o Sadar Bazar, como esta sogra, com o netinho no colo e a nora ao lado. Eu sei que é sogra porque, quando uma indiana se casa, ela abre mão da própria família para viver com a família do marido.




Como chegar: o Sadar Bazar está localizado no lado oeste da Rua Khari Baoli (zona norte de Delhi), ligado ao resto da cidade através de ônibus (a estação mais próxima é Kashmere Portão ISBT), tuk tuks, rickshaw (riquixás) e metrô (a estação mais próxima é Chandni Chowk). Eu fui de  rickshaw.


Olha só o resultado desta minha visita ao Sadar Bazar, saí de lá com o rosto todo pintado! Mas eu me diverti muito por lá, só que sofri um pouco com a poluição, pois tossi bastante e meus olhos ficaram ardendo um pouco.


Mas para quem gosta de conhecer mercados, como eu, foi um passeio que valeu a pena. O Sadar Bazar é tão maluco que eu me senti em um cenário de filme.


E você, prefere mercados menores e mais organizados ou encararia uma aventura até o Sadar Bazar para sentir de perto a verdadeira alma da Índia?

Beijos,

Ana
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

8 comentários :

  1. Oi Ana,
    Quando viajo, eu adoro conhecer mercados e me misturar com o povo para ver mais de perto os costumes. Adorei dar esta voltinha com vc pelo Sadar Bazar.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, muito obrigada!
      Sim, visitando os mercados é a melhor maneira de se misturar com o povo e conhecer melhor a essência do lugar!
      Beijos

      Excluir
  2. Eu ia gostar muito de passear por esse mercado, mostra mesmo a cultura do lugar.

    bjs

    nandaaflordapele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Nanda, nada melhor do que um mercado de rua para conhecer melhor a cultura do lugar. Está tudo lá, nas pessoas, nas coisas...
      Beijos

      Excluir
  3. Menina que agitação! Eu ficaria doidinha! Uma pergunta, vai à Índia sozinha? Não tem medo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jacke, muito agitado sim!
      Fui sozinha para a India, tanto no ano passado como neste ano, mas estava quase sempre acompanhada (guias, amigos que fiz por lá). Nem sempre eu saía totalmente sozinha. A exceção foi Mumbai, onde só um dia eu me encontrei com uma blogueira amiga, mas o resto da semana eu andei sozinha por tudo.
      Não tenho medo, tomados os devidos cuidados culturais, andar pela India é infinitamente mais seguro do que no Brasil. Assaltos são raros por lá!
      Beijos

      Excluir
  4. Que loucura Ana!
    Realmente fiquei encantada com a diversidade de grãos e as frutas..que lindo..Mas acho que não me daria bem com todo o barulho e gente em volta!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, é uma verdadeira loucura mesmo este mercado... Tem que ter disposição e muita paciência, pois o mercado tem gente demais, coisas demais, espaço de menos... Mas como eu adoro mercados, valeu a pena, mas não foi um passeio ligth, hahaha...
      Beijinhos

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.