Plaza de Armas de Cusco, onde tudo acontece!

A Plaza de Armas é o marco de todo o centro histórico de Cusco, pois ali é onde acontecem as manifestações religiosas mais importantes e onde se concentram os serviços para os turistas, como casas de câmbio, hotéis, bares, restaurantes, lojas, agências de viagens e também onde fica a Catedral de Cusco e, quase ao lado, a belíssima Igreja da Companhia de Jesus.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Plaza de Armas de Cusco, no Peru

No tempo dos Incas, a Plaza de Armas era chamada de "Huacaypata", que significa "lugar de encontro" e foi também nesta praça que o colonizador espanhol Francisco Pizarro declarou a conquista da cidade, pois o local era considerado um importante setor cerimonial.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Quase todos os dias tem algum acontecimento na Plaza de Armas.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
À noite, o local é bem movimentado, por conta dos bares e restaurantes.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Em volta da praça, um conjunto de prédios com fachadas em arcos.

Muito mais do que a herança mística dos Incas, baseada no culto ao Deus Sol, à Mãe Terra (Pachamama) e aos elementos da natureza, em Cusco podemos ver que a conquista espanhola também plantou suas raízes religiosas, que são seguidas com fervor pelos cusquenhos, pois cerca de 75% da população é católica. 

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Catedral de Cusco

A Catedral de Cusco é uma belíssima construção em estilo colonial barroco (1560) e seu alicerce são as pedras do Palácio do Deus Inca Wiracocha. No seu interior está o Museu de Relíquias Religiosas. Para visitar a catedral e o Museu, paga-se 25 soles. Para conhecer a Catedral de graça, é só assistir à uma das missas diárias às 7h da manhã. O sino da catedral, conhecido como Maria Angola, é o maior da América do Sul.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Igreja Companhia de Jesus

À direita da Catedral, a Igreja da Companhia de Jesus (1571), em estilo barroco andino. Sua fachada em pedra talhada é a mais bonita fachada das igrejas de Cusco.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Altar folheado em ouro

Seu altar é revestido em folhas de ouro. Há também uma capela subterrânea, com uma valiosíssima coleção de quadros e esculturas, mencionando o casamento do sobrinho de Santo Inácio de Loyola com uma sobrinha do ultimo imperador Inca- Tupac Amaru.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Presenciei esta noiva chegando para a cerimônia de casamento na Igreja Companhia de Jesus.

Plaza de Armas de Cusco, no Peru
Procissão de São Francisco, em frente à Igreja Companhia de Jesus

Plaza de Armas de Cusco, no Peru

A procissão com esta imagem (não identifiquei o Santo) está saindo da Plaza de Armas, em direção à Plazoleta Espinar

Logo após a Plaza de Armas, existe uma pequena praça, chamada de Plazotela Espinar e nesta praça está localizada a Igreja e Convento La Merced.

Igreja La Merced, Cusco
Igreja La Merced, Cusco
Igreja La Merced, Cusco
Igreja La Merced

Assim que termina a Plaza de Armas, ainda no Centro Histórico de Cusco, tem a Igreja La Merced, cuja santa é Padroeira das Forças Armadas do Peru. A igreja foi fundada em 1539, por Fray Sebastián de Castañeda. Em 1650 foi severamente danificada por um terremoto e sua reconstrução demorou entre 15 a 20 anos.

Igreja La Merced, Cusco
Interior da Igreja La Merced

Igreja La Merced, Cusco
Procissão com a imagem da Santa Marced, dia 24 de setembro.

Piazoleta Espinar, Cusco
No dia 24 de setembro é Dia da Virgem de La Marced, a Padroeira das Forças Armadas do Peru.

Existem outras duas grandes igrejas bem proximas à La Marced, que são a igrejas próximas da La Marced é a Igreja de São Francisco e, logo após o Portal de Santa Clara, a Igreja de Santa Clara.

Igreja de São Francisco, em Cusco
Igreja de São Francisco

Igreja de Santa Clara, em Cusco
Igreja de Santa Clara

Existem outras religiões em Cusco e uma percentagem mínima de ateus e agnósticos declarados, mas o que intriga os estudiosos é como duas religiões tão distintas como a Inca e a Católica, se manifestam tão intensamente e convivem lado a lado, sem interferência ou atritos uma com a outra.

Centro histórico de Cusco

O que eu percebi, quando estive em Cusco, é que, mesmo a maioria sendo católica, os cusquenhos também reverenciam a crença de seus antepassados Incas. Ou seja, as mesmas pessoas mesclaram a sua fé nas duas religiões. Não ouvi ninguém dizer que era unicamente católico e sim, quem se dizia católico, também citava as mitologias e crenças dos Incas.

Chola, Cusco, Peru

Este post foi para mostrar um pouco mais sobre a religiosidade católica dos cusquenhos, já que em posts anteriores eu citei muito sobre as crenças Incas.

Espero que você tenha gostado. Se ficou alguma curiosidade, é só deixar nos comentários.

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.