Passeando pelos free shops de Rio Branco, Uruguai

Outro paraíso de compras de free shop de fronteira com o Brasil fica na cidade de Rio Branco, que pertence ao Departamento de Cerro Largo, no Uruguai. Rio Branco é limítrofe com a cidade de Jaguarão/RS e a distância de Jaguarão para Porto Alegre, capital gaúcha, é de 387km.

Vista do Rio Jaguarão e Ponte Barão do Mauá, no lado uruguaio.



Ainda no Brasil e chegando na aduana uruguaia. À direita da ponte já podemos avistar o prédio da The Place Free Shop.


Diferente de Rivera e Santana do Livramento, que são separadas por uma praça - metade da praça fica no Brasil e a outra metade, no Uruguai - a cidade de Rio Branco é separada de Jaguarão pelo Rio Jaguarão.


O acesso é feito através da Ponte Internacional Barão de Mauá, que eu acho belíssima. Ela foi inaugurada em 1930.


A área dos free shops é muito pequena, apenas uma rua, a General Artigas. Eu não sou expert em calcular áreas ou distâncias, mas arriscaria que, ao todo, são uns 300m de rua com lojas de free shops, nos dois lados, é claro.

Fim de linha, digo, da rua. 

A quantidade de lojas de free shop não se compara a Rivera, que tem mais de 60, além do Shopping da Siñeriz, mas Rio Branco possui excelentes lojas, como a Neutral (2 lojas), a The Place, A DFA (Duty Free Americas), Loja Mário, Virrey, Mauá, Bekarte e mais outras que eu não lembro o nome. Estas lojas citadas foram as que eu fiz compras em minha última viagem, há 2 semanas.


Tiendas Montevideo, não é loja de free shop, mas é muito legal para comprar roupas de cama, lençóis, toalhas, tapetes, etc. Tem muita coisa bonita, de qualidade e com preços ótimos.


Este restaurante uruguaio fica bem estratégico para quem está fazendo compras, mas nunca fiz refeições nele. Existem também alguns restaurantes de frente ou com vista para o rio e nas ruas laterais. São todos muito simples. Mas vi um bem legal próximo ao centro de Rio Branco. Infelizmente não lembro o nome, pois só passei na frente e achei-o muito bonito.

Para quem pretende comprar bebidas, cosméticos ou perfumes, em Rio Branco tem praticamente todas as grandes marcas e produtos que têm em Rivera, mas para quem procura roupas, tênis, eletrônicos ou equipamentos fotográficos, não vai encontrar muitas opções. 


Depois das compras, uma pausa para apreciar a vista do Rio Jaguarão e da Ponte, pelo lado uruguaio. 


A vantagem de Rio Branco é que a cidade é mais próxima de Porto Alegre e dependendo do que se pretende comprar, vale a muito a pena. Em relação à hospedagem, o melhor é se hospedar em Jaguarão, pois em Rio Branco não há nenhum hotel próximo dos free shops.

O ideal também é ir de carro, pois ficar carregando as sacolas pela rua até ir embora e depender de táxi para atravessar a ponte, eu não acho uma boa. Muito menos atravessar a pé, na cara da alfândega e cheia de sacolas... 

Saindo da área dos free shops e indo em direção ao centro de Rio Branco/Uy. Lugar muito tranquilo, o pessoal circula a pé, de bicicleta e uns poucos, e carro

Ficar mais de um dia em Rio Branco não é necessário, pois as lojas são todas próximas e pode-se olhar, comparar e fazer as compras sem correrias. Tem muita gente que faz um "batidão": ida e volta no mesmo dia. Imagino que seja muito cansativo, mas é bem mais econômico, já que não se gastaria com a hospedagem.

Boas novas: foi noticiado esta semana, pelo jornal uruguaio La República, que serão construídos um shopping e um hotel na em Rio Branco. As obras, que terão um investimento de US$ 40 milhões, deverão inciar em março de 2014. A inauguração está prevista para 2015, tanto do hotel quanto do shopping. No grupo de investidores, encabeça a empresa Duty Free Américas. 

Será o primeiro shopping de Rio Branco, que terá 40 lojas e uma praça de alimentação. O maior free shop terá 4 mil metros quadrados (provavelmente será o da DFA). 

Assim, em 2015 devo me despedir de Rivera e encurtar a viagem em mais de 200km (entre ida e volta), pois meu destino preferido será Rio Branco!

Você já foi a Rio Branco/UY? O que achou?
Beijos,
Ana



Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

8 comentários :

  1. Olá Ana

    Acho estive aí, mas não havia este portal. Ao menos estive em uma cidade de divisa do Brasil e Uruguai. Lindas fotos.

    AMIGA DAMODA by Kinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kinha,
      São 5 ou 6 pontos de fronteira com free shops, os maiores são Rivera, Chuy e Rio Branco. Talvez você tenha ido a Rivera ou Chuy. Beijão

      Excluir
  2. Estou indo para lá nos próximos dias e gostaria de uma dica, de qual loja é a mais indicada para de comprar iphone 5s e outros eletrônicos? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Junior, Rio Branco não tem muitas opções de eletrônicos, mas você pode encontrar alguma coisa na Neutral e talvez nas Lojas Mário e na The Place.
      Em Rivera eu te indicaria o Shopping da Sineriz, lá é bem mais completo.
      Abraços

      Excluir
  3. Oi, Ana Maria! Como faço para ir pra esses free shops estando em Montevideo/Punta Del Este? qual o mais perto? Obrigada pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rami, os free shops do Chuy são os que estão mais perto de Punta del Este e Montevideu.
      Abraços

      Excluir
  4. Morei em Jaguarão por vinte anos e Rio Branco era uma pobreza de dar dó.
    Estive de volta em 2010 e o Free shop estava iniciando.
    Achei que era pequeno e os preços não muito atrativos.
    Como estava a passeio valeu a pena.
    Ir somente para compras????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Antônio!
      A última vez que fui a Rio Branco foi qdo eu escrevi este post, em novembro de 2013.
      Achei que Rio Branco continua(ava) uma cidade pobre, sem muitos recursos. Não sei se melhorou em 3 anos.
      Acho que só vale mesmo ir para compras, pois não há atrativos ou infra estrutura para o turismo.
      Para compras tem lojas grandes como a Neutral, a DFA, a Loja Mário, The Place. Enfim, valeu muito à pena quando eu fui, pois eu comprei perfumes e cosméticos. Bebidas também valiam à pena. Agora, para comprar eletrônicos, em 2013 não compensava.
      Abraços,
      Ana

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.