Tudo sobre a visita ao Taj Mahal em noite de lua cheia!

Muita gente não sabe, mas o Taj Mahal abre para visitação noturna em algumas noites de lua cheia, começando duas noites antes e duas depois, ou seja, 5 noites por mês apenas, exceto quando estas datas caem em sexta-feira (dia sagrado para os muçulmanos) ou durante o mês do Ramadã (geralmente entre maio e junho).

visita noturna ao Taj Mahal

Eu fiquei sabendo desta visita em 2016, fiquei muito curiosa e já tinha colocado na minha lista de desejos em uma próxima visita à Índia. e desta vez, realizei já tinha planejado que quando voltasse a Índia, a primeira coisa a fazer, seria esta visita noturna, pois já tinha feito outras durante o dia.

visita noturna ao Taj Mahal

Como e onde comprar ingressos para a visita noturna
Diferente da diurna, que é vendida na hora, em dois portões (Leste e Oeste), os ingressos para visita noturna de Taj Mahal têm de ser comprados com um dia de antecedência, no escritório da Pesquisa Arqueológica da Índia, 22, estrada Mall, Agra/UP. 
www.tajmahal.gov.in

visita noturna ao Taj Mahal

Contato com a administração do Taj Mahal
Mandei um email para o site do Taj Mahal, solicitando informações, eles responderam no dia seguinte e foram muito solícitos. Caso você também precise entrar em contato, o email é: agrauptourism@gmail.com

Documentos: entregar uma cópia do passaporte e do visto indiano, duas fotos 3 x 4, preencher um formulário e pagar 750 rúpias. Indianos pagam 510.

* Para a visita diurna, estrangeiros pagam 1.000 rúpias e indianos, 40 rúpias e os ingressos não são nominais.


visita noturna ao Taj Mahal
Eu comprei para o último horário, da visita noturna, entre 20h30min e 21h.

Cada ingresso para a visita noturna é nominal e intransferível. Pode ser trocado para outro dia, mas não pode ser passado para outra pessoa, pois no horário de entrada, precisamos nos identificar e o ingresso é conferido.

Termos e Condições para a visita noturna, impressos no bilhete:

1 - Entrada: com ticket e carteira de identidade (ou passaporte, no caso de estrangeiros) ;
2 - Horário: se apresentar 30 minutos antes do horário da visita, no Shilpgram 9fica no caminho do portão Oeste do Taj Mahal);
3- Miradouro:  plataforma de arenito vermelho, no portão principal;
4- Não haverá nenhum reembolso para visão pouco clara devido a condições ruins imprevistas;
5- A visualização pode ser cancelada devido a imprevistos; 
6- Somente câmeras fixas (e binóculos são permitidos (não é permitido tripés ou filmadoras);
7 - É permitido cancelar até 12h antes da data de visualização, sujeita a dedução de 25% do valor do bilhete.

visita noturna ao Taj Mahal

Os visitantes são levados até a entrada do Taj Mahal nestes micro ônibus híbridos, escoltados por policiais.

visita noturna ao Taj Mahal
Policial a postos, aguardando o motorista do ônibus que nos levará ao Taj Mahal.

Segurança
A segurança parece ser exagerada, mas não é, já que o Taj Mahal é constantemente ameaçado de atentados. Na noite que eu fui, a segurança estava muito reforçada e no dia seguinte, quando fui ao amanhecer, também percebi uma segurança maior do que nas outras vistas feitas durante a semana, então imagino que existia alguma suspeita recente.

Não pode entrar com nada, nem relógio, nem celular, bolsa, bateria e memórias extras, apenas uma câmera fotográfica. Existem armários individuais, com chaves, onde podemos deixar nossos pertences. Levamos apenas a chave e a câmera.

Se passa por revista, detector de metais, assim como é na visita diurna, mas esta é muito mais minuciosa.

Identificação e revista
Na noite da visita, é preciso chegar no endereço impresso no bilhete, um Shilpgram (que fica no caminho para a entrada do portão oeste do Taj Mahal, com 30 minutos, para identificação e revista pela polícia indiana,

Eu e meu amigo erramos o local de apresentação e fomos pedir informações a um policial. Como estávamos atrasados, ele nos deu uma carona, de moto, até o Shilpgram. Foi uma aventura massa.

visita noturna ao Taj Mahal
Na moto, de carona com a polícia indiana

Depois de todos identificados e revistados, entramos em  um micro ônibus hibrido, com dois policiais dentro, um ao lado do motorista e outro, no fundo do ônibus, que nos leva os visitantes a entrada do Taj Mahal, onde um dezenas de policiais fortemente armados vigiam a entrada.

visita noturna ao Taj Mahal
Chegada em frente ao Portão oeste do Complexo do Taj Mahal

Quantidade de pessoas e duração da visita
São, no máximo, 8 turmas por noite, com até 50 pessoas cada (na minha turma tinha cerca de 25 pessoas), com direito a permanecer apenas 30 minutos diante do Taj Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Já dentro do complexo, mas ainda do lado de fora do portão principal. A seta mostra o Taj Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Esta foi a minha 5ª visita ao Taj Mahal e a primeira à noite! 

visita noturna ao Taj Mahal
Portão principal de acesso ao mausoléu.

Enfim, de frente para o Taj Mahal
Mas não se pode chegar perto, apenas passamos o Portal de entrada e ficamos admirando de longe.

visita noturna ao Taj Mahal
Por medidas de segurança, à noite, não podemos passar deste mirante!

visita noturna ao Taj Mahal
Aqui, ainda com as luzes acesas.

Quando todos já se posicionaram de frente para o Taj Mahal, todas as luzes do complexo são apagadas e um silêncio perturbador toma conta. 

visita noturna ao Taj Mahal
Então, todas as luzes se apagam e ficamos nós, de frente para este gigante solitário!

Ficamos admirando com o Taj Mahal, lá no fundo, solitário, e com o brilho de uma pequena luz, eternamente acesa, que fica sobre o túmulo da Muntaz Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Esta luzinha no centro do Taj Mahal é a que fica eternamente acesa, sob o túmulo da Muntaz Mahal.

visita noturna ao Taj Mahal
Liguei a câmera no modo noturno, por isso a foto saiu mais clara do que era a visão no local.

Beleza invisível aos olhos e muita emoção
Não espere ver uma beleza visível aos olhos. A escuridão e o silêncio se destacam sobre o mármore branco do mausoléu e mesmo a lua cheia não tem forças para iluminá-lo. Trata-se de sentir a beleza e não de ver. O silêncio faz um barulho enorme dentro de nós e a emoção toma conta, causa até arrepios.

visita noturna ao Taj Mahal
Câmera no modo noturno

É uma visita para se registrar na alma, no coração e na memória. Na câmera fotográfica ela não reproduz o que representa, pois é uma beleza invisível aos olhos.

visita noturna ao Taj Mahal

Valeu a pena esta visita noturna?
Para mim, que já tinha feito várias visitas diurnas, valeu muito a pena, pois foi uma visita que trabalhou muito com a emoção. Mas não recomendo como primeira ou única visita ao Taj Mahal, pois ele precisa ser visto e admirado com toda a sua beleza e magnitude, que só a luz do dia pode proporcionar. Mas se puder, vá também à noite, é uma experiência muito diferente.

visita noturna ao Taj Mahal

Era noite de lua cheia, mas a lua estava posicionada no lado inverso do Taj Mahal. Assim como o sol, que nasce e se põe na lateral do Taj Mahal, a lua também não quis competir com ele.

visita noturna ao Taj Mahal
Taj Mahal fica à minha direita e a lua estava no lado oposto.

Provavelmente, em algum horário mais tarde, a lua fique sobre o Taj Mahal, mas este horário já não é mais disponível para visitação. Como eu informei acima, fui no último horário.

visita noturna ao Taj Mahal

Vou encerrar este post com um pequeno relato que eu fiz e publiquei nas redes sociais no dia seguinte à minha visita noturna, ainda meio emocionada:

A emblemática visita ao TAJ MAHAL em noite de lua cheia
Ontem à noite eu fiz a tão desejada visita em noite de lua cheia ao Taj Mahal. Foi no último horário do último dia deste mês em que o Taj foi aberto à visitação (à noite).
Depois de passar por um rigoroso controle e revista, a polícia indiana nos levou de ônibus hibrido até o ponto onde poderíamos apreciar o Taj. Não podemos tocá-lo, sequer chegar perto, como na visita diurna, mas foram 30 minutos que passaram num piscar de olhos.
De repente, todas as luzes se apagaram e ficamos em silêncio, tentando segurar a emoção: lá estava ele, mais majestoso e imponente do que nunca. 
Tão solitário quanto gigante, nem a lua cheia teve forças para iluminá-lo. 
O Taj Mahal não transmite beleza no escuro, mas emite uma energia tão forte que chega a causar calafrios. A energia é boa e a emoção toca fundo o coração. 
Todas as minhas 6 visitas ao Taj Mahal foram emocionantes e tiveram significados especiais, mas a visita noturna tocou nas profundezas da minha alma! E as únicas palavras que eu pude dizer foi: obrigado meu Deus, por este privilégio! 03/04/2018


O que você achou desta visita? Se ficou alguma dúvida ou curiosidade sobre esta visita, é só deixar sua pergunta nos comentários.

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.