Páginas

Cortar o tempo


Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente...

Carlos Drummond de Andrade



Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários :

  1. Tô sem palavras... sem tempo, pra recomeçar tudo de novo! rsrs

    Beijão
    Tô aqui em 2014!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu querida,que em 2014 a gente consiga um tempo a mais...
      Beijão

      Excluir
  2. O tempo é inegável, mais intenso ainda os efeitos do tempo...precisamos nos ater a parte lógica( horas, dias, meses, anos), porque a forma como iremos administrar, interagir e vivenciar o tempo
    é algo muito peculiar, para uns o tempo se torna um inimigo( corre muito ou não paralisa), para outros
    é um companheiro( liberdade na administração e despreocupação com velhice), seja lá como for,
    como sabiamente foi dito ( AMO DRUMMOND)- precisamos acreditar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Estrela,
      Para falar do tempo, nossa, renderia muitas histórias e poesias belíssimas, algumas tristes, outras positivas, pois como você disse, também depende de cono o administramos.
      É verdade, para quem gosta de poesia, Drummond é uma grande inspiração.

      Você deve conhecer esta poesia, ela é um pouco maior, mas, como quem corta o tempo, cortei a poesia para adaptá-la ao momento e deixar que os leitores preencham as reticências...
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.