O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

O Novo Campanário de Aparecida integra as obras do Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem da Santa nas águas do Rio Paraíba do Sul, em outubro de 1717 e está localizado ao lado da passarela da Fé e da Capela das Velas.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!
Duas mãos postas em posição de oração

A planta do Campanário, que tem o formato de duas mãos em posição de oração, foi a última obra assinada por Oscar Niemeyer, que faleceu em dezembro de 2012.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

Os 13 sinos
São 13 sinos de bronze, dispostos verticalmente, no centro da estrutura e são de diferentes tamanhos. O maior, que fica na base, é dedicado à Virgem Maria e a São José, mas também homenageia a Família Campanha dos Devotos, que tornou possível este projeto audacioso.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

Os outros 12 sinos são dedicados a cada um dos 12 apóstolos de Cristo, contendo o nome e um símbolo dedicado a cada um.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!
Sinos em movimento, entoando notas musicais

Alguns dados do Campanário
Formato do Campanário: duas mãos unidas em oração
Quantidade de sinos: 13
Material dos sinos: bronze
Estrutura: mista (concreto e metálica) 
Altura: 37,50m
Peso total (estrutura + sinos): 284,74 toneladas
Fabricação dos sinos: Petit & Fritsen B.V (Empresa do Grupo Royal Eijsbouts)
Local: Asten, Holanda
Projeto (desenho): Oscar Niemayer
Concepção artística: Cláudio Pastro
Programação dos sinos: Manoel Cosme dos Santos

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!
Na fachada principal, lado Norte, a Basílica e o Campanário iluminados

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!
À noite, conforme a melodia, o campanário é iluminado com cores diferentes

Os badalos e as melodias
Os sinos possuem dois tipos de toques: badalos, que acontecem a cada hora e as reproduções musicais personalizadas, que entoam melodias às 12h (Ave-Maria) e às 18h (Hino de Nossa Senhora Aparecida). Estas melodias funcionam através de um teclado próprio para esta função.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

Manuel dos Sinos
Manoel Cosme dos Santos, também conhecido como Manoel dos Sinos, foi o escolhido para fazer a programação dos sonos do Campanário de Aparecida. Manoel vem de uma família ligada aos sinos desde seu avô, que tinha uma fundição em Portugal e fabricava sinos e seu pai, que trabalhava com restauro e limpeza de sinos.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

O som do bronze é a voz de Deus
O artista sacro Cláudio Pastro, falecido em outubro de 2016, esteve diretamente ligado ao projeto e construção do Campanário, dizia que, o som produzido pelo bronze é considerado a voz de Deus, por isso, toca no fundo do coração de cada um.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!
O pontinho luminoso à esquerda é a Lua!

Noite Feliz
O Campanário foi inaugurado na noite de Natal, em 24 de dezembro de 2016 e, na ocasião, entoou Noite Feliz.

O Campanário de Aparecida e os 13 sinos!

Quando os sinos tocam, impossível não se envolver em uma atmosfera de emoção e profundo êxtase. Eu gravei alguns momentos e, em breve, vou disponibilizar o vídeo.

Espero que você tenha gostado de conhecer um pouco sobre o Campanário de Aparecida.

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.