O dia em que eu assisti a um filme de Bollywood e conheci o belíssimo Raj Mandir, em Jaipur!

A maior indústria de cinema do mundo fica na India e uma delas, com sede em em Mumbai, se chama Bollywood. Ela produz basicamente filmes em hindi (um dos idiomas oficiais da India). Bollywood é uma junção de Hollywood (cinema americano) com Bombai, atual Mumbai.

Raj Mandir, um dos maiores cinemas da Ásia

O que sustenta esta indústria é o vasto público, que comparece em massa nas salas de cinema de todo o país. Sessões lotadas são registradas todos os dias. 

A população da India é de 1 bilhão e 200 milhões de habitantes e, a cada três meses, quase este número de público é registrado nas salas de cinema de todo o país.

Ingresso para o Raj Mandir. Paguei 170,00 rúpias, cerca de R$ 10,00

Esta indústria cinematográfica é grandiosa tanto na produção de filmes quanto na comercialização dos ingressos, que estão entre os mais baratos do mundo.

Os indianos são loucos por cinema e idolatram os principais atores, elevando-os quase ao patamar de Deuses. Tudo o que estes atores fazem, viram notícia nacional. Eles faturam alto com os filmes, mas também com comerciais. Onde eles aparecem, é retorno milionário na certa.

Os três primeiros atores desta lista são também os mais famosos de toda a India e faturam milhões de dólares com filmes e comerciais

Curiosa com toda essa magia em torno do cinema indiano, quando eu visitei Jaipur, a cidade rosa do Rajastão, fui conhecer também um dos maiores cinemas da Ásia, o Raj Mandir, também chamado de Pride of Asia (Orgulho da Ásia) e aproveitei para assistir um lançamento de Bollywood. Claro, filme sem legendas e falado em hindi. Mas até que eu entendi muita coisa  através das imagens, caras e bocas dos atores.


Gabbar is Back, filme em hindi, que eu assisti no Raj Mandir

Assisti também alguns filmes na TV dos hotéis e pelo que eu vi, os filmes indianos são o que seriam para nós, uma sessão da tarde. Têm muita ação e as cenas mais "tórridas" são apenas os olhares dos atores, bem dramáticos. Isso porque o beijo em público é proibido na India (sim, beijar em público é considerado crime). Estes filmes são para assistir com a família toda, sem qualquer constrangimento.

Mas voltando ao fascínio exercido pelo Raj Mandir, a pedra fundamental que deu início à sua construção foi colocada em 1966 e sua inauguração aconteceu 10 anos depois. Raj Mandir foi um projeto dos sonhos de Shri Mehtab Chandra Golcha, que queria uma sala de cinema que mostrasse mais do que apenas filmes, que atraísse o público pelo seu estilo e elegância. Atualmente o Raj Mandir pertence a Bhuramal Rajmal Surana, os mais importantes joalheiros da cidade.

Fachada do Raj Mandir com as "Nine Stars"

Na fachada exterior da construção, que mais se parece com um merengue, são exibidas as "Nine Stars", que são nove pedras preciosas que significam a ocupação dos atuais e orgulhosos proprietários, os joalheiros Surana. 


A entrada do cinema lembra um palácio real com enormes lustres pendurados no salão principal. O sistema de iluminação é outra de suas muitas atrações com iluminação requintada no lobby antes de cada exibição.


Há uma escada subindo ao lado do lobby, que aumenta ainda mais a aparência e charme do salão principal.

Hall de entrada

Teto da sala Esmeralda, onde eu assisti a Gabbar is Back, com o ator indiando Akshay Kumar

O cinema tem uma capacidade de cerca de 1.300 pessoas, dividido em quatro categorias de salas, nomeadas de Pérola, Rubi, Esmeralda e Diamante.

As luzes do teto e das paredes vão trocando de cores enquanto baixam as cortinas após mais uma exibição cinematográfica do cinema indiano.

Na frente da tela, cortinas de veludo drapeado se erguem antes de cada exibição e descem ao final, como nos grandes espetáculos ao vivo. 


Localização: o Raj Mandir, também conhecido como Pride of Asia (Orgulho da Ásia) está localizado na junção cruzamento entre Bhagwan Das Road e Mirza Ismail estrada, perto do Albert Hall Museum. 

No Brasil, por questões de segurança e comodidade, as salas de cinema de rua foram praticamente extintas, mas eu voltei no tempo quando eu conheci o Raj Mandir. Adorei esta experiência e foi também muito interessante ver de perto todo o fascínio que a '"sétima arte" exerce sobre os indianos.



O que você achou do estilo deste cinema? E quanto ao gênero de filme, praticamente ingênuo para a nossa realidade, curtiria?

Beijos,
Ana
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários :

  1. Adorei a visita ao cinema! Estou acompanhando os relatos da sua viagem para a Índia e adorando, é meu sonho ir para lá. Beijos

    Francesinha à Brasileira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Katriny, muito obrigada. Adorei saber que você está curtindo os meus relatos de viagem.
      A India é fascinante, mesmo com todos os contrastes, pois é um mundo muito diferente do nosso e eu aprendo muito com estas diferenças!
      Beijos

      Excluir
  2. Que lindo esse cinema! O ingresso é bem barato!

    bj

    http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanda,
      Sim, este cinema também faz parte do espetáculo e da magia da telona!
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.