O monumental Red Fort, em Delhi - Índia!

O Red Fort (Forte Vermelho), localizado na parte antiga da sa capital da Índia, conhecida como Old Delhi, foi construído em 1639 e as pedras vermelhas (arenito) usadas nas muralhas deram origem ao seu nome.

   O Forte é um exemplo imponente da rica arquitetura indiana da época dos imperadores.

Mapa do Complexo Red Fort

Na época da sua construção, o Imperador da Índia era Mughal Shah Jahan, o mesmo que construiu o Tah Mahal.

Quando sua esposa morreu, ele transferiu a capital do reino de Agra para Delhi, e dentro do Forte,  quis criar uma cidade real. 
 

Em seu interior, o imperador construiu onze palácios (mahals), adornados com muito ouro, prata, pedras preciosas e ladeados por belíssimos jardins. Os salões onde o imperador recebia oficiais e embaixadores estrangeiros eram de muita riqueza e ostentação. Em um deles, havia uma inscrição que dizia: "Se há um paraíso na Terra, é esse!". 

 
Somente as muralhas do Forte são de arenito vermelho. Os palácios internos são brancos (não sei qual é a pedra utilizada).

    A riqueza arquitetônica está em cada detalhe...

A maioria dos lugares turísticos na Índia está muito bem cuidada e preservada. Na foto acima podemos ver que o prédio está sendo restaurado.

... e é de uma beleza impressionante!


Em um dos palácios havia um trono em forma de pavão, cravejado de pedras preciosas, que demorou sete anos para ser concluído. Em 1739, foi roubado e levado para a Pérsia, atual Irã. Não tenho maiores informações se é possível vê-lo em algum museu de lá. Preciso ir à Pérsia (Irã) para checar isto!


Com o tempo, as riquezas e parte da construção não resistiram aos saques e à deterioração. Mesmo assim, achei tudo muito bem preservado e alguns prédios estavam até sendo restaurados. Só imagino o esplendor que não era na época!
  

Foi uma tarefa muito difícil a de selecionar quais as fotos iriam para o post e quais não...

 Cada lugar dentro do complexo tem sua beleza!

 Este é um auditório ao ar livre, devem fazer apresentações culturais por lá.

Mesmo assim, o que restou do imponente Red Fort ainda nos permite vislumbrar a a ostentação e como eram os símbolos do poder do tempo dos Marajás e Imperadores.

Encontrei muitas famílias visitando o lugar.

O Red Fort era o centro cerimonial e político do império e também foi a residência dos imperadores mongóis por 200 anos, até 1857, quando foi deposto o seu último imperador.
  

O complexo arquitetônico do Red Fort representa o auge da criatividade Mughal Shah Jahan. Embora o palácio tenha sido planejado de acordo com protótipos islâmicos, cada pavilhão contém elementos arquitetônicos característicos das outras construções mongóis e reflete uma fusão de estilos.
 

Desde 2007, o Red Fort foi designado Patrimônio Mundial da UNESCO.


Atualmente, o complexo abriga vários museus, jardins e um mercado coberto, o Chatta Chowk, com várias lojas de artigos indianos e artesanatos.

   As peças ali vendidas são belíssimas.


Todos os anos, em 15 de agosto, quando é comemorado o Dia da Independência da Índia, o Primeiro-Ministro ergue a bandeira nacional no portão principal do forte e faz um discurso a partir de suas muralhas, que é transmitido nacionalmente. 

*A Índia alcançou a independência em 15 de agosto de 1947.


Entradas para o Red Fort. Estas entradas são iguais às das demais construções em Delhi, denominadas sítios arqueológicos da Índia. 


Os turistas estrangeiros pagam uma uma entrada no valor de INR 250, o que equivale a cerca de R$ 13,00. Para incentivar o turismo local, cada indiano paga apenas INR 10, cerca de R$ 0,50. Esta taxa é direcionada para manutenção do local e para as pesquisas arqueológicas da Índia.


Fico imaginando como seria viver naquele país e naquela época áurea. Claro, mas eu teria que nascer na família do imperador, senão não teria graça.

Então, você gostou do Red Fort ou é um lugar que não faria questão de visitar?


Beijos,

Ana
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

6 comentários :

  1. Respostas
    1. Oi Re,
      Apesar dos saques e da ação do tempo, achei tudo muito bem conservado!
      Beijos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi Débora, o Red Fort é muito lindo mesmo!
      Beijos

      Excluir
  3. Ai que lindo Ana! Por favor, como você ainda não foi à Pérsia para confirmar a história do trono de Pavão!? huahahu
    Eu achei as fotos maravilhosas e estou adorando aprender mais sobre a índia com você!!
    Beijinhos.
    Blog | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Mari, acho um absurdo fazer este post com as informações incompletas! Tenho que ir à Pérsia urgente, hahaha...
      Aliás, era Pérsia na época, hoje se chama Irã. Até vou completar o post, Quando eu escrevi, esqueci de colocar este detalhe.
      Fico bem feliz com o teu retorno e mais ainda que você está gostando do que estou escrevendo sobre a India. Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.