Doha, a pérola do Qatar!

Na semana passada eu visitei Doha, a capital do Qatar e fiquei alguns dias por lá. Ainda não conhecia essa cidade e posso dizer que fiquei encantada com a organização, limpeza, construções, onde o antigo e tradicional fazem um belo contraste com a arquitetura moderna e futurista.

Doha, a pérola do Qatar

Doha ou Doa ad-Dawḥa ou ad-Doha, significa "a árvore grande", em árabe e está localizada às margens do Golfo Pérsico, na costa leste do Qatar, possui 132 km2 e é o principal centro econômico, cultural e financeiro do país. Doha é também a cidade mais populosa do Catar, com cerca de 1.500.000 habitantes, na maioria paquistaneses e lá se concentra 40% da população do país.

Doha, capital do Qatar

Doha também é sede da Cidade da Educação, com uma área destinada à pesquisa e educação e, se você ainda não tinha ouvido falar nesta cidade, em breve ela será notícia frequente no mundo todo, pois foi escolhida como a sede da Copa do Mundo FIFA de 2022.

Um pouco de sua história
Estabelecida em 1850, a cidade foi feita capital do protetorado britânico em 1916 e tornou-se independente em 1971, ou seja, é uma nação livre muito jovem.

Doha, a pérola do Qatar
Pérola no Corniche

No início do século XX, grande parte da economia do Qatar dependia da pesca e pérolas e Doha possuía cerca de 350 barcos de pérolas, por isso é chamada até hoje de "A Pérola do Qatar" e possui até uma ilha artificial, chamada de The Pearl ou A Pérola, onde antigamente era o principal ponto de pesca e mergulho para a caça de pérolas. Atualmente é um complexo residencial e comercial de luxo.

Doha, a pérola do Qatar
Prédios futuristas

Em 40 anos, passou da pobreza a um dos países mais ricos do mundo
Na década de 1930 o Japão começou a cultivar pérolas, Doha sofreu uma grande depressão econômica e o Qatar mergulhou na pobreza, mas no final da mesma década, o petróleo foi descoberto no Qatar e o país começou a enriquecer. Durante a Segunda Guerra Mundia, houve uma interrupção na exploração e exportação de petróleo, sendo retomado em 1969, quando foi aberta a Casa do Governo e hoje o Qatar é um dos países mais ricos do mundo. Além do petróleo, que deve deve acabar no final deste século, possui uma das maiores reservas de gás natural do mundo..

Berço da Al Jazeera
O Qatar é o país berço da Al Jazeera, um canal de televisão caracterizado pela liberdade de expressão no Golfo O Qatar foi dominados pelos persas durante muitos anos, depois pelo Bahrain, pelos turcos otomanos e por fim, pelos britânicos. Sua independência aconteceu apenas em 1971 e o país se recusou a fazer parte tanto da Arábia Saudita quanto dos Emirados Árabes.

Doha, a pérola do Qatar
Canal

Eu fiquei apenas 4 dias em Doha e faltou conhecer muita coisa, porém, o que eu vi, me deixou fascinada.

Doha, a pérola do Qatar
Doha está um verdadeiro canteiro de obras

A cidade está toda em obras, se preparando com grande estilo para a Copa do Mundo, mas por incrível que pareça, mesmo com obras e desvios por toda a parte, tudo flui, não há engarrafamentos, buzinaços, sujeiras, nada. Tudo flui maravilhosamente bem.

É nítido a riqueza do país em cada detalhe. O Qatar não faz o mesmo marketing de Dubai, mas certamente é muito mais rico do que aquele emirado.

Doha, a pérola do Qatar
Vista para a ilha artificial A Pérola

O Qatar não investia em turismo, até então, pois o seu foco econômico é o petróleo e o gás natural, mas depois da Copa do Mundo, certamente Doha entrará para a lista das cidades mais visitadas do Oriente Médio.

Doha, a pérola do Qatar
Souk Waquif

Principais atrações que eu visitei
Este post é somente uma apresentação da cidade, depois vou mostrar uma panorâmica da cidade de Doha (city tour), o Souk Waquif, o Museu de Artes Islâmicas, o Corniche e onde é melhor se hospedar na cidade.

Doha, a pérola do Qatar
Museu de Artes Islâmicas

Informações importantes sobre Doha

Doha, a pérola do Qatar
Esta imagem do emir do Qatar está por toda a parte

Língua oficial: árabe, mas o inglês é falado por praticamente todos.
Moeda local: Qatari Ryal (QAR), U$ 1 = QAR 3.64
Fuso horário: + 6 horas em relação à Brasília. 
Visto de Turismo: não é exigido visto de turismo para portadores do passaporte brasileiro, que podem permanecer no país por até 30 dias, única entrada..
Clima: desértico, seco, quente e bastante árido. As temperaturas variam de 20 a 45 graus. A época mais quente do ano vai de junho à setembro.
Água potável: assim como em praticamente todos os países do Golfo Pérsico, parte da água consumida pela população é obtida pela dessalinização da água do mar.
Regime de governo: Monarquia absoluta liderada por um emir, desde 1971. O atual Emir do Qatar, é Tamim bin Hamad al-Thani, de 37 anos, que assumiu o trono após a abdicação do pai, em 2013.

Para finalizar, quero dizer que é muito tranquilo e super seguro visitar Doha. Mesmo com as diferenças culturais, não encontrei nada que pudesse me aborrecer. Eu passei muito sozinha, alguns árabes vinham conversar comigo, talvez mais por curiosidade de ver uma mulher sozinha do que realmente assediar. Até recebi alguns convites para sair, mas recusei e foi de boa.

Espero que você tenha gostado desta apresentação da cidade. Penso que coloquei as principais informações e se você tiver alguma dúvida, deixe nos comentários.

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.