O Palácio Real de pedra, em Leh!

O Palácio de Leh é um antigo palácio real, todo em pedra, localizado no alto do Monte Tsemo, em Leh, capital histórica da região tibetana de Ladakh, na Índia. 

O Palácio Real de pedra, em Leh!
Na época em que foi construído, o Palácio era a construção mais elevada do mundo. 

O Palácio Real de pedra, em Leh!
O Palácio Real de pedra, em Leh!
O Palácio pode ser visto de qualquer parte da cidade

O Palácio de Leh começou a ser construído em 1553, pelo Rei Tsewang Namgyal, fundador da Dinastia Namgyal (1533 – 1834) e só foi concluído pelo seu sobrinho, Senge Namgyal (1612–1642), no Século 17, provavelmente em 1631, segundo alguns registros históricos.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

O reboco de lama utilizado localmente conhecido como Mar-kalak. Apenas a Capela dentro do Palácio é de uso religioso e contém uma figura de estuque de Du-kar (uma forma de Prajnaparamita).

O Palácio Real de pedra, em Leh!

A construção possui 9 andares. Nos andares superiores, ficavam as acomodações da família real de Ladakh e nos andares inferiores, os estábulos e armazéns.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

O Palácio de Leh é parecido, porém bem menor, que o Lhasa Potala Palace, no Tibet. No entanto, o palácio tibetano, na versão atual, começou a ser construído em 1645, ou seja, o maior se inspirou no menor.

Lhasa Potala Palace
Palácio Potala, em Lhasa, no Tibet

O Palácio Real de pedra, em Leh!
Palácio de Leh, em Leh, Ladak - Índia

O Palácio foi abandonado na década de 1830, quando os Dogras (Kashmiris) o cercaram e tomaram o controle de Ladakh. A família real mudou-se para o Palácio de Stok, ao sul, nas margens do Rio Indus. 

O Palácio Real de pedra, em Leh!

Desde então o Palácio entrou em degradação, até que foi adquirido pelo Serviço Arqueológico da Índia, que está fazendo restaurações e abriu o mesmo à visitação pública.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

No pátio interno do palácio temos uma vista sensacional da cidade de Leh e arredores, além das montanhas que a cercam. Podemos ver até o cume do Stok Kangri.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

Li na Wikipedia que o museu do Palácio tem uma rica coleção de joalheria, ornamentos, vestuário cerimonial e coroas. E também várias thangkas e pinturas em seda com mais de 450 anos, com desenhos intricados e que conservam cores vivas fabricadas com pedras preciosas e pedras pulverizadas. Infelizmente, não vi museu nenhum no Palácio.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

O museu deve estar fechado à visitação ou retiraram todas as obras para a restauração, pois não vi nada por lá. 

O Palácio Real de pedra, em Leh!

Aqui saiu claro porque acionei o flash da câmera, mas os corredores são bem escuros. e pode-se perceber que as paredes são novas.

O Palácio Real de pedra, em Leh!
Sala com exposição de fotos, mas muito escura, como todas as outras.

O Palácio Real de pedra, em Leh!
O Palácio Real de pedra, em Leh!

O exterior do Palácio é muito bonito e interessante, mas a parte interna ainda não está toda restaurada, com corredores e salas bem escuras, por isso nem me animei a explorar muito. Mas a vista do patio interno é de tirar o fôlego.

O Palácio Real de pedra, em Leh!
O Palácio Real de pedra, em Leh!

A entrada acima me pareceu ser da sala de orações do Rei. Estava mobiliada, mas tinha que tirar o calçado para entrar e como o piso tava muito frio, eu desistir. E também não podia fotografar ou filmar lá dentro.

O Palácio Real de pedra, em Leh!
 Vista da cidade de Leh e os Himalaias ao fundo.

O Palácio Real de pedra, em Leh!
Zoom do Vale (canto superior esquerdo da foto acima), visto do pátio do Palácio.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

Fiz esta foto do alto do Palácio, mas não lembrava se era na sequencia das próximas fotos, que são do Namgyal Tsemo Gompa, um templo budista, depois confirmei no vídeo. Deve ter outro trajeto menos íngreme, mas imagino que este seja o mais curto.

Namgyal Tsemo Gompa em Leh, Ladakh
No alto do Monte Namgyal, o Templo Namgyal Tsemo Gompa

Namgyal Tsemo Gompa em Leh, Ladakh
Templo Namgyal Tsemo Gompa

Não é uma nada fácil, considerando que a altitude deve superar os 3.505m de Leh, que fica lá embaixo.
O Palácio Real de pedra, em Leh!

Paguei 200 rúpias para entrar no Palácio (eu não lembrava de ter pago, mas depois achei uma  gravação onde eu falo o valor). Aberto diariamente, das 7h00 às 16h00.

O Palácio Real de pedra, em Leh!

Então este foi o Palácio de Leh, ou Palácio de Pedra (denominação minha), espero que você tenha gostado.
Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários :

  1. Oi Ana,
    Adorei conhecer o Palácio de Pedra. Qdo ele foi construído, o Brasil tinha sido descoberto a 53 anos apenas!
    Pena que não tenha museu por lá.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, interessante né, um palácio com praticamente a mesma idade da descoberta do nosso país.
      Sobre o museu, acredito que eles tiraram as peças por causa da restauração. Está tudo em obras lá dentro, muito pó e cimento por todos os lados.
      Beijos

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.