Ladakh e suas belezas inacreditáveis!

Afinal, onde fica Ladakh?
Ladakh é uma região geográfica e histórica, localizada no extremo norte-noroeste da Índia e, desde o século XIX, faz parte do Estado da Caxemira, exceto a sua parte nordeste, o Aksai Chin, ocupada pela China desde a guerra sino-indiana de 1962.

Pangong Tso Lake
Pangong Tso Lake

Mapa de Ladakh na Índia

Devido à sua importância estratégica e às fronteiras disputadas, onde são frequentes os incidentes militares, as forças armadas indianas mantêm uma forte presença na região e têm a seu cargo as principais estradas.

Ladakh Índia

Uma das regiões habitadas mais altas do mundo
Ladakh foi um dos lugares mais incríveis e inóspitos que eu já conheci na minha vida! É uma das regiões habitadas mais altas do mundo, constituída quase exclusivamente por montanhas e alguns planaltos de grande altitude, com média de 3.000m. Visitei Pangong Lake, que fica a 4.350 metros de altitude e, para chegar até lá, percorri caminhos montanhosos, inclusive a estrada mais alta do mundo, a Khardugla Pass, a quase 6.000m  acima do nível do mar! 

Rio Indus
Encontro do Rios Zanskar (azul) e Indus (verde)

A região de Ladakh é também a menos povoada da Índia, com cerca de 300.000 hjabitantes (densidade de 3,2 hab./km²). A etnia dos habitantes é tibetana (mongóis), predominantes na parte oriental, e  maioria indo-arianas na parte ocidental. O idioma local é o ladakh, mas fala-se também inglês, hindi e urdu e diversos dialetos.

Budismo tibetano em Leh

Pequeno Tibet
É também conhecida como "Pequeno Tibet", pelas suas paisagens montanhosas e pela sua cultura budista tibetana, embora a parte ocidental seja quase exclusivamente muçulmana. A sua maior e mais importante cidade é Leh.

Mesquita no centro de Leh
Mesquita no centro de Leh

Religião
A grande maioria dos habitantes das zonas norte e leste seguem o budismo tibetano. Na parte ocidental, a religião da maior parte da população é o islã xiita. 

Budismo tibetano em Leh

A quantidade de fiéis dessas duas religiões é sensivelmente o mesmo, concentrando-se os budistas no distrito de Leh e no Zanskar e os muçulmanos no na parte do distrito de Kargil.

India Army em Ladakh

Zona Restrita e Áreas de Conflito Armado
Algumas regiões de Ladakh estão na chamada Zona Restrita, limitada pelas linhas de controle ou de cessar-fogo (fronteiras disputadas) com a China (LAC, "Linha de Controle Real"), rigorosamente controlada pelas Forças Armadas da Índia. Para visitar esta área, e todos os turistas precisam obter uma permissão especial.

Magnetic Hills
Magnetic Hills

Para os indianos a autorização é mais simples, mas para estrangeiros a burocracia é bem grande, principalmente para quem está viajando sozinho, por isso foi bem complicado para eu conseguir, mas em outro post  eu explico melhor.

Pangong Lake - Ladakh

É uma região extremamente isolada e as fronteiras internacionais não só estão encerradas, como são palco de frequentes incidentes, quando não de combates.

Altitude de Ladakh: Muito elevada, mínima de 3.500m e máxima de 6.000 acima do nível do mar. Nas primeiras 24h é necessário repouso absoluto, a fim de evita o Mal da Montanha.

Ladakh e suas belezas inacreditáveis!

Clima: devido à altitude elevada, no verão quase nunca chove e o clima é geralmente seco e as temperaturas variam entre 10 graus à noite e 25-27 graus durante o dia. No inverno, de outubro ao início de março, a temperatura mínima chega a -42ºC. 

Estradas em Ladakh - Índia

Só há duas estradas que ligam Ladakh com o resto da Índia: a estrada Srinagar–Leh, a oeste, com 534 km, que entra em Ladakh pela montanha de Zoji La (3 528 m de altitude), e a estrada Manali–Leh, a sul, com 475 ou 490 km, na qual há várias montanhas com mais de 4.000 metros e três com mais de 5.000 m. Ambas as estradas geralmente permanecem fechadas entre o outono e a primavera, devido à neve.

Cidade de Leh - ladakh - Índia
Cidade de Leh

Eu fui até Leh de avião, pois as estradas ainda estavam fechadas e a temporada de turistas ainda não tinha começado. 

Montanhas de Ladakh
Kardhungla Pass, a 6.000 acima do nível do mar

Contratei um carro com motorista para viajar pelas áreas restritas e enfrentei muitas nevascas. Várias vezes ficamos parados nas montanhas até a neve ser removida e a estrada, liberada.

Curiosidade: uma leitora do blog, Laurina Guerrieri, me disse que Jesus Cristo e sua mãe Maria andaram por Ladakh,  logo após a morte de José.

Estradas de Ladakh - Índia

No passado, o Ladakh foi um local importante para o comércio entre a Índia, Ásia Central e Tibete, devido à sua localização estratégica no cruzamento de diversas rotas comerciais entre aquelas regiões, como a Rota da Seda. 

Infelizmente o comércio internacional extinguiu-se no início da década de 1960, depois da China ter fechado as fronteiras com o Tibete e com Xinjian.

Filmes de Bollywood
Em Ladakh já foram gravados vários filmes de grande sucesso, como 3 Idiots e Jab Tak Hai Jaan, produzidos pela maior indústria de cinemas do mundo, a Bollywood.

Como chegar até Ladakh
Além das duas estradas mais acima citadas, que ficam abertas apenas entre 3 a 4 meses por ano (fecham do outono à primavera, por causa das nevascas e riscos de deslizamentos), existem quatro companhias aéreas que fazem a rota Delhi x Leh: GoAir, Jet Air, Air India e, à partir de 25 de março, a Vistara.

O que eu visitei em Ladakh e os posts especiais a serem publicados:
Cídade de Leh, Castelo de Pedra, as montanhas magnéticas (Magnetic Hills) Nubra Valley e o deserto gelado, Pangong Lake, montanhas nevadas e também como é a alimentação, internet, temperatura, hotéis, permissão para AR, a agência local e muitos vídeos!

Nos acompanhe pelas redes sociais para não perder nenhum post ou vídeo!

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários :

  1. Você,Ana,sempre trazendo imagens incríveis e cultura!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana,
    As paisagens são de perder o fôlego. Algumas fotinhos eu já tinha visto no seu instagram e achado lindas.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, essa região da Índia é belíssima! Sim, eu divulguei algumas fotos do post lá no insta.
      Beijinhos

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.