Encontro em Samsara!

Diante dos acontecimentos da vida, muitas vezes a gente se pergunta " e se eu tivesse feito diferente?" ou "e se eu não tivesse feito isso" ou ainda "por que isso está acontecendo comigo?", "por que eu?" e por aí vai.

Este é mais um post da Blogagem Coletiva, proposta pela Elaine Gaspareto: 52 Semanas de Gratidão! Se você gosta deste tipo de postagem, é só continuar a leitura...

Falar sobre o destino não é fácil, pois cada um pensa de uma maneira e não existe uma definição única. O que existe são maneiras diferentes de se encarar a vida.

Nubra Valley - Laddak

Eu tenho algumas definições sobre o destino como "nada é por acaso", "somos livres para escolher, mas escravos das nossas escolhas", enfim, tudo isso faz sentido, mas eu posso resumir numa única frase: "Ninguém foge do seu destino!".

Vou contar uma pequena "estória" que na verdade foi o primeiro texto que eu traduzi do inglês para o português, quando eu tinha 17 anos e cursava Tradutor e Intérprete. Nunca mais esqueci e por incrível que pareça, este texto sempre me ajudou, se não a entender, pelo menos a aceitar muita coisa!

Leh - Laddak

Encontro em Samsara


"Era uma vez... 
Um empregado foi até o mercado central da cidade comprar mantimentos para o seu patrão e, chegando lá, avistou a Morte. De longe, esta lhe fez um gesto que parecia ser ameaçador.
Assustado, o empregado correu ao encontro do seu patrão e lhe disse:  - Meu senhor, hoje cedo, quando fui ao mercado a seu pedido, me encontrei com a Morte e ela me fez um gesto ameaçador. Estou com muito medo, por favor, me dê algum dinheiro para que eu possa viajar para Samsara, pois pretendo me esconder por lá. A Morte não vai saber que estou em Samsara, pois me viu hoje no mercado e  pensa que eu estou aqui.
O patrão deu-lhe o dinheiro necessário, mas ficou intrigado. Decidiu então ir até o mercado e procurar pela Morte, para tirar satisfações sobre o seu empregado.
Chegando lá, avistou a Morte e foi ao seu encontro. - Morte, disse o senhor, hoje cedo você se encontrou com um de meus empregados e lhe fez um gesto ameaçador. O que isso significa?
E a Morte respondeu: - Eu não o ameacei, apenas estava surpresa de ele ainda estar por aqui, pois tenho um encontro marcado com ele hoje à noite, em Samsara!"

Então, de um jeito ou de outro, o que tiver que ser, será! O difícil é a aceitação, mas precisamos tentar entender que tudo o que acontece na nossa vida tem um sentido e, dentro do nosso limitado saber, sermos gratos por todo o aprendizado que a vida nos proporciona.

E você, como encara o destino?
Beijos,
Ana Maria

* A palavra samsāra é um substantivo abstrato derivado da raiz sr (mover-se), com o prefixo sam, que significa "volvendo em ciclos" ou "ciclo", e abrange o ciclo de nascimento, morte e renascimento, que é o conceito vêdico da existência terrena.

** Complementando o post com uma palavra árabe muito bonita: Maktub, que quer dizer: Estava escrito!


 Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Essa postagem faz parte da "Blogagem Coletiva 52 Semanas de Gratidão", da Elaine Gaspareto. 
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

22 comentários :

  1. Bom dia, querida Ana Maria!
    Seu post me fez recordar do meu padrinho de Batismo que sempre me diz que tudo que já passei foi sina, destino... estou aprendendo que ele tem toda razão, muita coisa não se entende e é um grande mistério...
    Gostei muito e gosto de contos, fábulas, parábolas, metáforas... me instigam...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosélia, pois é, também acho o destino um brande mistério. Por mais que tentamos entender, mais complexo ele nos parece. Se não conseguimos entendê-lo, pelo menos, devemos aprender a aceitá-lo!
      Muitas vezes eu duvidei do destino, mas já me aconteceram coisas que me provaram que ERA para ser daquele jeito...Como já diziam os árabes há séculos: Maktub (estava escrito!).
      Beijos,
      Ana

      Excluir
  2. Esta metáfora coloca de forma clara o problema da morte! É bom abordar desta forma poética que deixa o tema mais leve. Mas é um assunto que precisamos conversar muito sobre ele para desmitificá-lo. Precisamos descobrir mesmo até onde vai o destino e até onde somos nós que fazemos nossa vida. Desvendar isto é descobrir o mistério desta vida. Você não acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Deodato,
      Pois é, a morte é um grande mistério e nós, ocidentais, ainda não aprendemos a lidar com naturalidade esse assunto. E sobre o destino em geral, também somos cheios de questionamentos.
      Os orientais lidam bem melhor e aceitam o destino do jeito que ele vem, inclusive a morte!
      Concordo, desvendar o destino é descobrir o segredo da vida, mas acho que não temos ou pelo menos, ainda não desenvolvemos nossa capacidade para isso!
      Abraços,
      Ana

      Excluir
  3. Prezada Ana. Cheguei até você, através da blogagem coletiva, da qual venho também participando. Sua abordagem sobre o destino, o inevitável e o livre arbírtrio é bastante instigante, e nos propõe profunda reflexão. Acredito, sobretudo, no livre arbítrio e na finitude de nossas existências como novos princípios. A palavra Samsara e seu significado em muito traduz minha crença. Obrigada pela linda história e tudo que ela me trouxe. deixo aqui um fraterno abraço e um convite para venha me vistiar. Desde já, sinta-se muito bem vinda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu já conheci o seu blog ainda na semana passada, inclusive comentei na postagem sobre o "Universo conspirando pelo verde" já estou indo lá novamente.
      Quanto ao destino, é muito instigante mesmo, lida com as nossas crenças e como cada tem seu pensamento, nem sempre concordamos com as definições.
      Mas pelo menos, que é um grande mistério, penso que ninguém discorda.
      O significado de Samsara é lindo, assim como a palavra árabe Maktub!
      Beijos,
      Ana

      Excluir
  4. Boa noite, Ana:
    Que bela parabola para explicar situações como o que tiver que ser será.
    E que não são os desafios, mas a forma como os enfrentamos.
    beijocas
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sônia, exatamente.
      Já que não podemos mudar os fatos, ao menos, podemos reagir melhor diante deles.
      Beijinhos e boa noite!
      Ana

      Excluir
  5. O destino não seria a realização de sonhos que moram no nosso subconsciente? É comum ouvir fraese como " ah! nãompude fazer nada porque era o destino", penso cá com meus botões ... seria força do desejo que algo bom aconteça ou a força da falta de fé que um mal se reverta? Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anabela, é muito complicado mesmo esse assunto!
      A única coisa que eu tenho certeza é de que depende de nós como encaramos o destino. Podemos sofrer muito ou não. Nos alegrar muito ou não. Mas mudá-lo... Quando queremos muito que algo aconteça, se tiver que acontecer, tudo flui... temos que fazer a nossa parte, é claro, mas as coisas fluem. Quando não é para ser, podemos mover montanhas, tudo vai dar errado. Maktub!
      Beijinhos e obrigada pela visita!

      Excluir
  6. OI Ana,
    Adorei o conto e eu acredito na força do destino. Se não fosse o destino, eu não estaria casada com o meu marido.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, obrigada!
      Cada um interpreta de acordo com as suas vivências e atualmente eu também acredito muito no destino!
      Maktub para você e seu marido!
      Beijinhos

      Excluir
  7. Mto interessante este texto.
    Eu acredito que viemos pra este plano com um "rascunho" do que vai acontecer em nossas vidas, mas que com o nosso livre arbítrio podemos mudar o rumo de nossas vidas, afinal ninguém vem pra este mundo pra ser um ladrão, um assassino, mas por escolha da pessoa ela vai por este caminho.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neli,
      A definição de destino é um grande mistério para todos nós. Talvez tenhamos mesmo este "rascunho", mas acredito que a força (ou fraqueza) que existe dentro de nós nos direciona para determinadas escolhas e não teria como ser diferente!
      Mas esta é a minha opinião, formada através das minhas experiências. Não discordo de você, pois o quer você vivenciou até hoje é que te deu esta definição do destino!
      Beijinhos,
      Ana

      Excluir
  8. Olá Ana, vim conhecer seu blog através da blogagem coletiva, e adorei. Seu texto é muito intrigante e por vezes polêmico, pra muitos destino...para outros carma. O importante é fazer o nosso melhor, aprender a cada dia e construir nosso caminho com sabedoria, humildade e caridade.

    Muita luz
    Nadia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nadia, obrigada pela visita e fiquei feliz que tenha gostado do post (e/ou do blog).
      O destino é um assunto bem polêmico mesmo e cada um tem sua crença, mas como você disse, o importante mesmo é aprender a cada dia e tentar fazer o nosso melhor!
      Beijos,
      Ana

      Excluir
  9. Ai meu Deus... não tem jeito mesmo, será? rsrsrs
    A gente foge pra Samsara e na verdade Samsara tava atraindo a gente...
    Não sei se acredito em destino, em estava escrito, mas sem dúvida dá o que pensar, né? rsrsrsrs
    beijosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elaine,
      Já duvidei muito do destino e de todas estas definições, mas aí ele veio e me mostrou que não tinha como fugir de Samsara.
      Mas, sem dúvida, é um grande mistério e cada um interpreta de acordo com as suas vivências.
      Beijinhos

      Excluir
  10. Oi Ana, também estou participando da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão Estou adorando participar e poder além de conhecer pessoas ler coisas que realmente acrescentam em minha vide! Adorei sua reflexão e sua "estória"
    Um beijo
    www.acasadaritablog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sarah, obrigada pela visita e fiquei feliz que tenha gostado do post.
      Sim, propõe a uma reflexão, uma vez que o assunto ainda é um mistério para todos nós e cada um acredita no destino (ou não) de acordo com as suas vivências.
      Vou aproveitar para visitar o seu blog, também estou adorando conhecer muita gente interessante com esta Blogagem Coletiva.
      Beijinhos

      Excluir
  11. Olá Ana!
    Tema mais que interessante!
    Eu acredito que o nosso destino está em nossas mãos!
    Pois Deus nos deu o livre arbítrio para fazermos nossas escolhas e decidirmos o caninho a seguir!
    Ele escreve nossa história e nós decidimos se a trilhamos ou não!
    Bjooo linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreia,
      Eu adoro esse assunto e também saber como as outras pessoas encaram, é tudo tão misterioso e cada pensamento sobre o destino, por mais diferente que seja, sempre tem algo em comum com o outro.
      Beijinhos e obrigada pela visita!

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.