Sardar Market, o imenso mercado de rua de Jodhpur!

No primeiro post sobre a cidade de Jodhpur, na Índia, eu mostrei a Praça com a Torre do Relógio e parte do Sardar Market, um enorme mercado que se inicia nesta praça e se estende por quarteirões, na parte antiga da cidade.


Na praça, em meio a um tráfego intenso de tuk tuks, motos, scooters, vacas e pessoas, encontramos também muitas barracas que vendem bijuterias, principalmente kits com pulseiras e braceletes, acessórios, frutas e verduras. E muita comidinha típica e sucos naturais de frutas da estação.


Aceita um suco natural de Pomegranate (Romã)?


Saindo da praça, nos deparamos com um labirinto de becos e ruelas, onde existem centenas de lojinhas, localizadas lado a lado, que vendem artesanatos, alimentos, especiarias, flores, enfeites, jóias, relíquias, tapeçaria, tecidos, roupas prontas e até animais vivos, como cabras.

Importante: se você for comprar algo, barganhe sempre!!! O preço pode cair pela metade.



Tudo é intenso por lá, o movimento, o barulho, as buzinas, o colorido das roupas e das especiarias, os aromas e os  sabores. 


Sim, experimentei muita coisa, pois minha curiosidade estava muito além do receio de testar algo novo. Apenas cuidei para não exagerar.


Este é um doce típico indiano, com textura aerada, feito com leite e algumas especiarias. É geladinho, bastante doce, mas não é enjoado. Não sei o nome.

Eu adoro olhar as especiarias!

Aceita Red Chilly desidratada?

Ou você prefere Green Chilly fresquinha?


Os grãozinhos acima são servidos nos restaurantes e bares após as refeições, para aliviar o gosto e/ou o hálito forte deixado pela pimenta. Geralmente têm sabor de erva doce.

Grãos e especiarias!

Estas cabritinhas estavam à venda e nem queriam posar para a foto!


Diferente do que pode parecer à primeira vista, esta mulher não está presa! Ela é uma voluntária, que oferece água gratuitamente para as pessoas que por ali passam e não têm dinheiro para aliviar a sede no calor desértico do Rajastão.


Isto se chama Paan, é mistura que leva folha de Betel (uma vinha), noz de areca (semente da palmeira de areca), tabaco, cereja e mais algumas coisinhas que eu não sei o que são. Enrola-se a folha e... nhac! Sabor um tanto exótico, mas eu adorei!

Tecidos para turbantes típicos do Rajastão!

Samosa, antes de ir pra frigideira!

Pani Puri? Eu quero!

Pani Puri significa literalmente "pão d'água" e é um lanche de rua muito comum em várias regiões do subcontinente indiano. No leste da Índia, é também conhecido como Phuchhka. O Pani Puri consiste de uma massa frita crocante, bem fina e oca. Seu recheio contém uma mistura de água com sabor (pani),  chutney (molho) de tamarindo, pimentão, masala chaat (mix de temperos), batata, cebola e grão de bico.

Bem gostoso também!

Montanha de batata frita com spicy!

Os indianos adoram!

O que é isso? Parece ser uva passa!

Aqui a uva é fresquinha!

O Sardar Market funciona diariamente, das 7:00 horas da manhã até às 21:30 horas e o dia de maior movimento é no sábado. 

Quem me acompanha há mais tempo já sabe que eu adoro visitar mercados e este de Jodhpur foi um dos que eu mais gostei na Índia. Gravei também um vídeo que em breve estará no ar.

Espero que você tenha gostado. Qualquer dúvida ou observação, deixe nos comentários!

Beijos,
Ana

*Se você ainda não leu o primeiro post sobre Jodhpur, onde eu mostro mais fotos da praça da Torre do Relógio e do Sardar Market, clique aqui.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários :

  1. Eu ia amar passear por esse mercado!

    Indiquei seu Blog ao Prêmio Dardos, espero que goste, passa lá no meu para saber mais sobre o assunto.

    Bjs

    http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/2016/09/premio-dardos-indicacao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanda, ia mesmo, este mercado é muito especial.
      Muito obrigada pela indicação, fiquei bem feliz. Já passei no teu blog e também já lhe dei os parabéns, pois teu blog tem ótimo conteúdo, merece!
      Beijos

      Excluir
  2. Ana, adorei a montanha de batata frita, há eu lá!
    Sou fã de mercados penso que é a essencia uma maneira de saber como realmente os locais vivem.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso, Sônia, tudo o que o povo de uma cidade gosta, tem nos mercados locais. Se conhece muito da cultura através dos hábitos dos moradores.
      Nem me fale, eu comi tanta coisa neste mercado, em breve libero o vídeo, que a batata frita eu consegui resistir!
      Beijos

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.