Holi, uma explosão de cores para receber a Primavera!

Holi Hai, Happy Holi! 
Cheguei na Índia duas semana antes do início da primavera de 2016 e esta frase eu ouvia em todo canto!

Holi é um dos principais festivais na Índia, comemorado desde os tempos antigos. Originalmente, o Holi era um festival agrícola que comemorava a chegada da primavera, por isso é comemorado com pós coloridos.


Também chamado de Festival das Cores, o Holi é um período entre homem e natureza, onde jogam fora a escuridão do inverno e se alegram com as cores e a vivacidade da primavera e onde se comemora a vitória do bem sobre o mal.


Como a primavera de 2016 está se aproximando por aqui, achei interessante contar como comemorei esta estação há 6 meses, lá na na Índia.
  
Cada cor tem especial relevância e as cores mais brilhantes e mais populares são o azul, amarelo, vermelho, lilás, rosa e verde.

A venda dos pós coloridos começa bem cedo na Índia, mas o festival mesmo dura somente dois dias. O primeiro dia é conhecido como Holika Dahan ou Chhoti Holi, quando se acende a Fogueira Holika e o segundo dia, como Rangwali Holi, Dhuleti, Dhulandi ou Dhulivandan

Qual a data do Holi Festival?
O Holi Festival acontece sempre durante a lua cheia, quando começa a Primavera. Em 2016 foi assim:
Holika Dahan: dia 23 de março, entre 18h35min até 20h58min, com duração de 2horas e 22min.
Rangwali Holi: dia 24 de março.


Significado religioso do Holi 
Segundo uma lenda hindu, Hiranyakashipu era o rei dos demônios, imortal e arrogante. Ele obrigava a todos os seus súditos que o idolatrassem como a um Deus. 
Hiranyakashipu proibiu inclusive o seu filho Prahlad de adorar o Deus Vishnu, mas como ele continuou devoto e fazendo suas orações ao Deus, o rei ficou muito irado e decidiu matar seu próprio filho, com a ajuda da irmã Holika, que era uma pessoa tão má quanto ele. 
O desafio do Rei: muito irritado, Hiranyakashipu desafiou o filho Prahlad a entrar em meio às chamas, junto sua tia Holika, pois ele acreditava que a sua irmã era imune ao fogo e só desejava a morte do filho, por adorar a outro Deus. Mas o que o Rei e sua irmã não sabiam era que, se Holika entrasse em uma fogueira acompanhada de outra pessoa, seu poder seria anulado.
Prahlad aceitou o desafio e orou ao Deus Vishnu para mantê-lo seguro. Quando o fogo começou, todos ficaram espantados ao ver que Holika foi queimando até a morte, enquanto Prahlad sobreviveu sem uma cicatriz. 
Neste momento, o Deus Vishnu pôs fim à imortalidade de Hiranyakashipu, enquanto Holika, antes de sua morte e ardendo em chamas, implorava por perdão. Vishnu decretou que ela seria lembrada todos os anos, através de uma fogueira e para celebrar a vitória do bem contra o mal. Foi assim que surgiu o Holi Festival, uma homenagem ao Deus Vishnu e à chegada da primavera.


Holi é celebrado em praticamente toda a Índia, sendo que, em alguns lugares com mais intensidade, outros mais discretamente. Em cidades onde o festival é comemorado com milhares de pessoas, rola muita bebida e geralmente, acontecem algumas confusões, por isso, é necessário cautela.


Quando eu cheguei na Índia, me recomendaram cuidado na comemoração do Holi, pois em alguns lugares pode haver muita confusão e não é indicado para estrangeiras sozinhas. Então, eu decidi passar o Holi em Jodhpur, onde o Festival da Cores é celebrado com mais tranquilidade, sem grandes multidões. 

No primeiro dia, não escapei de me pintarem o rosto, mas foi só isso!

No dia 23, primeiro dia do Holi, as comemorações foram bem discretas e teve também um local especial para os estrangeiros, onde só era jogado o pó colorido, sem água. Mas, no dia 24, a cidade toda parou e foi todo mundo para as ruas celebrar, cantar, dançar e jogar pó colorido e água uns nos outros!

Não ficou harmônico, mas ainda estou ok!

Holi Hai, dona Vaquinha!


Holi é o momento de desenvolver a compreensão e amor um pelo outro. Momento de renovar as amizades e expressar o seu afeto.

 Esta celebração num terraço próximo à Torre do Relógio foi especialmente preparada para divertir os estrangeiros!

Até apareceram algumas hijras por lá, bem animadas!

*Hijras: são pessoas transgêneros e intersexuais MtF (Male to Female, "de Homem para Mulher", em português) da Índia, do Paquistão e de Bangladesh. Termo ainda desconhecido no Ocidente.


No Sardar Market são vendidos cocôs de vaca sequinhos, para a Fogueira Holika, nas noites de Holi. Para a fogueira, eles colocam madeira, cobrem com esterco de vaca e por fim, jogam pós coloridos por cima.

Que os indianos preparam assim, colocando pós coloridos por cima!

Na primeira noite do Holi, os indianos acendem a Fogueira Holika, onde as pessoas se reúnem, fazem rituais religiosos em frente à fogueira e rezam, para que o seu mal interno seja destruído quando a fogueira começa. 

Ao anoitecer, a Fogueira Holika é acesa!

E começa a chegar gente...

Todo mundo em volta da fogueira, fazendo seus pedidos e orações!

Achei muito interessante ter presenciado este ritual da Fogueira Holika, queimando todo o mal.

Ouvi dizer que no dia seguinte as cinzas são recolhidas e os indianos as usam para diversas finalidades, inclusive espalhando-as pelo corpo a fim de se proteger contra o mal. Não voltei ao local da fogueira para ver se essa informação procede.


No segundo dia do Holi, todo o comércio de Johdpur fechou as portas! Todos foram liberados para celebrar a chegada da primavera.

Qual a criança que não gosta de se sujar sem levar bronca?

Durante o Holi, homens, mulheres e crianças espalham pós coloridos e água nas roupas e rostos de amigos, parentes, vizinhos e turistas.

Eu, no dia 24, saindo para festejar o Holi...

Achei que eu estava protegendo meus cabelos apenas com este lenço. Quanta ingenuidade e desconhecimento de causa...

 Pisei na rua e já começaram a me pintar!

Sempre tem alguém para pintar um pouco mais...

Ah, mas eu estou muito bem.. ainda!

Eeee, Holi Hai, Happy Holi to everybody!!! 

Pelas ruas  todo mundo celebrava e achei bem tranquilo, sem grandes aglomerações.

Galera, cheguei!

Então, fui convidada por um pessoal que morava em frente ao hotel onde me hospedei, para celebrar o Holi com eles, num terraço com uma bela vista para a cidade e o Forte. E lá fui eu.

Fui recebida com um balde d'água fria, literalmente!

Não sabia ao certo o que iria acontecer e não protegi corretamente o meu cabelo e pele e nesta celebração, pois jogaram muito pó colorido e água em mim.

Mesmo encharcada, acharam que eu ainda estava muito limpinha...

...e precisando de um pouco mais de pó.

A música e a dança não podem parar!

Mais um balde d'água...

Mais um pouquinho de pó...

Não estou enxergando nada, entrou pó nos meus olhos...

Entrou muito pó nos meus olhos e eles começaram arder demais! The game is over pra mim!

Saldo do Holi: uma gripe fortíssima que me acompanhou por duas semanas, o cabelo todo manchado de rosa, que demorou cerca de um mês para desbotar. A pele ficou tão encardida que demorou uns 3 dias para sair tudo. Isso que eu tomava de 3 a 4 banhos por dia. Quase que arranquei a pele junto com a tinta.



Nem me reconheço.... a mão ficou até murcha de tanta água que me me jogaram. Fiquei encharcada de água e pó colorido! A roupa? Essa foi pro lixo, inclusive a lingerie. Manchou tudo! Ah, e também perdi um brinco!


Esta foto foi no hotel, eu até á tinha tirado as crostas do rosto, mas olha só o estado do pescoço... Eu ainda sorria porque não tinha visto o estado dos cabelos! Só quando eu entrei no chuveiro é que tive a real noção do estrago! 

Enfim, traumatizei um pouco, mas eu também não estava preparada como as indianas, que protegem a pele e os cabelos com óleo de coco. 


Holi Hai! Happy Holi!

Mas agora eu sei! E peguei algumas dicas para curtir melhor o Holi, com a Joice Gabriela, uma modelo brasileira que mora em Mumbai e é autora do blog Namastê Mundo:

Dicas para curtir o Holi
1- Use roupas que depois possam ir para o lixo! Suas roupas vão ficar todas manchadas! Sapatos também!
2- Use óculos para proteger seus olhos! Na brincadeira, alguns, muitas vezes já bêbados, podem jogar o pó nos seus olhos.
3- Passe óleo de coco em todo seu corpo! Assim a tinta vai sair mais fácil. E coloque até no cabelo. Se possível, cubra-os com um lenço ou touca.
4-Use esmalte nas unhas para elas não mancharem.

O que você achou do Holi? Teria coragem de encarar?

Beijos,
Ana Maria
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

6 comentários :

  1. Woww!! Que post lindo, tudo detalhado, explicadinho!!! Adorei acompanhar o texto com as fotos!! Me lembro de quando você me falou sobre o cabelo mas não imaginei que tinha sido assim. Adorei as dicas!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga, que bom que você gostou.
      Fiquei com receio de deixá-lo longo demais, mas acho que as fotos ajudaram a não ficar cansativo. É que as explicações são muito interessantes, não poderia deixá-las de fora.
      O cabelo ficou medonho, vou mostrar no próximo post.
      Beijinhos

      Excluir
    2. De nada!! Por mim seus textos podem ser enormes, pois são tão interessantes e sua escrita é prazerosa de ler.
      Muito bom você compartilhar essas experiências com a gente! Depois mostra como ficou o cabelo (se quiser, claro!)Beijos!!

      Excluir
    3. Muito bom saber, Star. Obrigada mais uma vez pelo feedback.
      Que a minha experiência e dicas sobre o Holi sirvam de exemplo para quem for celebrar, principalmente na India, e não quiser ficar com o cabelo todo manchado como o meu hahaha...
      Sim, já mostrei no post seguinte como ficou o cabelo e o que eu usei para tentar tirar o pigmento rosa.
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa que aventura!!! cada detalhe me ma dava aflição. Acho voc~e muito corajosa, sou meio assustada demais. Acho que até jogarem no olho e manchar o cabelo foi legal, mas depois disso já achei que foi complicado. Beijão
    comqueroupavouparaigreja.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, mas foi porque eu não sabia bem como era, foi falha minha não me informar. No primeiro dia foi bem tranquilo, mas no segundo.. Se eu tivesse me protegido como as indianas fazem, não teria manchado meu cabelo.. O olho era só eu ter cuidado mais. Mas agora já estou vacinada!
      Beijos

      Excluir


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.