De volta à infância: Circo Maximus!

Quem aí já foi a um circo? E quem nunca foi? Bom, acho mais raro encontrar algum adulto que nunca tenha ido do que o contrário. Eu tenho muitas lembranças de infância, minha mãe sempre gostou de circo e nos levava. E depois de adulta, continuei gostando de circo e sempre que tive a oportunidade, eu fui!
Ainda lembro do forte e forçado sotaque espanhol que alguns apresentadores tinham, só para dar um status de "importado" ao circo. 

 O espetáculo já vai começar!

Como surgiu o circo: o circo se tornou uma tradição em muitos países, mas algumas atividades circenses já seriam praticadas há mais de 4 mil anos. O primeiro circo a ficar famoso foi o Circus Maximus, na Roma antiga, 6 séculos a.C., onde eram disputadas corridas de vigas. Depois, acrescentaram as lutas com Gladiadores, apresentações de animais selvagens, etc, em arenas, principalmente no Coliseu.


Atualmente, a maioria dos circos se apresentam com palhaços, acrobatas, malabaristas, globo da morte e alguns, até mágicos, fascinando crianças e adultos de todas as idades. 


Ontem à noite eu fui assistir à apresentação dos artistas do Circo Maximus, que é de propriedade do ator e empresário Marcos Frota.


O circo contra com uma enorme infraestrutura de caminhões, carros, máquinas e equipamentos.

Venda de pipoca, algodão doce e outras guloseimas típicas de circo. Não vi a maçã do amor...

Lá fui eu sentar junto do palhaço!

O palhaço: apesar de eu ter tirado esta foto com o palhaço, nunca gostei de palhaço. Não sei explicar ao certo o motivo. Talvez porque eu sempre via muita tristeza nos olhos dos que tentavam fazer todo mundo rir com suas palhaçadas. E isso vem desde a minha infância...

E no intervalo, adivinha quem brinca comigo? Ele mesmo, o palhaço do circo. O artista estava vendendo algodão doce e quando se aproximou de mim, pensou que eu era alguma estrangeira e falou comigo em inglês, hahaha...

O apresentador tinha um vozeirão!!! E sem aquele falso sotaque espanhol!

Primeira apresentação do Circo Maximus

Os circos de antigamente
Não faz muito tempo, os circos contavam com muitas atrações animais, mas estes foram proibidos aqui no Brasil (e em muitos países também, como a India), devido às péssimas condições que alguns animais eram tratados. Imagino que ainda deva ter circos clandestinos com animais, pois volta e meia eu leio notícias de que algum animal fugiu de um circo. 

E muito antigamente mesmo, lá pelo século 19 e meados do século 20, alguns humanos também serviam de atração bizarra, como por exemplo, a mulher barbada, gêmeos siameses e uma infinidade de pessoas com alguma deformidade física. Se você tiver disposição para ver alguns destas aberrações, encontrei um post que mostra fotos impressionantes do circo dos horrores.
Para ver, é só clicar aqui.

O palhaço pegou alguém da plateia para sacanear!

Mas voltando ao Circo Maximus, que pertence ao Grupo Maximus Produções Artísticas Ltda., uma empresa que foi fundada no final dos anos 90, pelo então ator global Marcos Frota, com o intuito de levar alegria e diversão por todo o Brasil.


Cama elástica


Na foto acho acima tem um artista fazendo acrobacias preso a duas cordas elásticas, deve ser o pêndulo espacial, mas não tenho certeza do nome.

Não teve apresentação de mágicos, mas tinha dois anões que também faziam palhaçadas durante a troca de artistas no picadeiro, além do palhaço normal.

Malabares

Malabarista feminina

Acrobatas

 Para mim, esta é uma das melhores atrações de um circo!

 A atração top da noite, o Globo da Morte, com 3 motos! Nos finais de semana, com um público maior, é feito com 5 motos.


Foi um bom espetáculo, mas eu já vi outros com mais adrenalina. Não lembro o nome do circo, mas assisti a uma apresentação de Globo da Morte que tinha várias motos e um carro. Aquele sim foi eletrizante!

Atrações do Circo Maximus

Informações sobre as apresentações do Circo Maximus para quem mora em de Porto Alegre ou Região Metropolitana: o Circo Máximus se apresenta no estacionamento em frente ao Carrefour (atual patrocinador do circo), no Barra Shopping Sul, até o dia 7 de agosto. Pelo que eu vi no site, este circo está com apresentações também em Uberlândia/MG, obviamente com outros artistas.

Artistas de várias idades se revezam no picadeiro

A duração do espetáculo é de 1h30min, com pequeno intervalo aos 45 minutos. Ah, o Marcos Frota não apareceu!

Os valores são de R$ 50,00 para adultos, mas crianças, seniores e estudantes pagam meia. Tem camarotes também, para 4 pessoas, mas não sei o preço. No site é possível imprimir cupom de desconto para os ingressos normais. Link aqui.

Como fui numa terça-feira, o circo estava relativamente vazio, apenas as partes centrais e somente um dos camarotes ocupados. 

Talvez  por ser início de semana, mas também pelos R$ 50,00, eu eu achei ser um valor um pouco alto para a realidade atual dos brasileiros. Mas entendo que são muitos artistas e é complicado manter toda aquela estrutura funcionando.


Mas é isso, fim de espetáculo e as luzes do circo se apagam. Mais um dia e mais um espetáculo que chegou ao fim. Amanhã tem mais. O show e a vida não podem parar!

E você, tem alguma lembrança interessante de circo? Ou está naquele 1% que nunca frequentou um?

Beijos,
Ana

*Este percentual de 1% é uma brincadeirinha minha com a música do Wesley Safadão. Na verdade eu não sei qual o percentual de brasileiros que já foi ou deixou de ir ao circo na vida.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário :

Postar um comentário


Obrigada por comentar! É bom demais receber o retorno dos leitores.
Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.