Mumbai, a metrópole cosmopolita da Índia!

Mumbai, ou Bombaim, como também é conhecida, é a mais importante cidade da Índia e segunda maior do país (a primeira é Delhi, a capital) e a quarta mais populosa do mundo.

Eu cheguei em Mumbai, vinda de Delhi, após duas horas de voo, pela companhia aérea Vistara, do Grupo Tata, o mesmo que é dono da rede Taj de Hotéis. Em outro post, mostrarei o aeroporto de Mumbai, que é belíssimo e contarei também como foi voar com a Vistara.

Gateway of India, o Portão da Índia

Até 1995, o nome oficial da cidade era Bombay, versão inglesa de Mumbai, no idioma Marata, o mais falado na região, juntamente com o inglês. Desde esta data, o governo local determinou que o nome oficial da cidade passasse a ser Mumbai. A cidade pertence ao estado de Maharashtra e está localizada às margens do Oceano Índico.

Marine Drive Road (parece uma foto de época, mas foi feita por mim ontem!

De acordo com a versão oficial, o nome Mumbai deriva de uma deusa adorada no templo de Mumbadevi, um dos mais antigos da cidade, construído pela população nativa e que foi encontrado pelos portugueses, que o deixaram intacto.

Chowpatty Beach, em um dia de semana

Constituída por sete ilhas, Mumbai é o maior centro econômico e comercial e a cidade mais rica da Índia, pois é responsável por cerca de 70% de todas as transações comerciais e financeiras do país.

Gateway of India, o Portão da Índia

A cidade possui também um dos maiores e mais movimentados portos do mundo e abriga também o maior centro de cinema do país, como Bollywood e várias outras indústrias cinematográfica, que movimentam milhões de dólares anualmente.

Todos os dias eu comprava frutas nesta banca e já estava até ganhando algumas de brinde deste senhor.

Eu passei uma semana em Mumbai e me hospedei em dois bairros. Primeiro eu fiquei na Marine Drive, uma região à beira mar, muito antiga e um dos pontos mais valorizados da cidade.

Magnífico por do sol em Marine Drive

Depois de 5 dias, me hospedei no bairro de Colaba, onde ficam os principais pontos turísticos de Mumbai, como o Portão da Índia e o majestoso Taj Mahal Palace Hotel.

Taj Mahal Palace Hotel

Bairro de Colaba, sul de Mumbai

Mumbai oferece grandes oportunidades comerciais, mas também possui um custo de vida bastante alto, em comparação com Delhi, a capital do país.

Dhobi Ghat, famoso ponto da cidade onde centenas de mulheres lavam roupas.

Na verdade, eu não achei caro a alimentação, roupas, táxi, inclusive até mais barato do que Delhi, mas a hospedagem eu achei muito cara. Na comparação com hotéis do mesmo nível, percebi que em Mumbai é cobrado o dobro do preço das diárias em relação Delhi.

Prédio onde fica a Alta Corte de Mumbai

Manifestação política em frente à Alta Corte de Mumbai

Minha amiga Juliana, que vive em Mumbai há 3 anos, me confirmou que os preços de moradia são realmente bem caros na cidade. Juliana também é blogueira e youtuber, ela conta como é a vida dela na Índia, sobre os costumes e cultura local. No final deste post vou deixar os links para o blog e canal dela.

Pelas ruas de Mumbai...

Mumbai é bem cosmopolita, se parece muito com qualquer outra grande cidade ocidental, mas, ao mesmo tempo, tem peculiaridades que só existem na Índia mesmo.

Interior da casa em que Gandhi viveu, em Mumbai.

Eu gravei e editei vários vídeos sobre os principais pontos da cidade e no próximo post vou publicar um pequeno tour para você já ter uma ideia geral de como é a cidade de Mumbai.

Campo de Cricket: os indianos são loucos por este jogo, assim como os brasileiros são pelo futebol.

O que achou da cidade?

Beijos,
Ana Maria

*Os links para o blog e canal da Juliana são os seguintes:
Blog: Tabibito Soul - Youtube: Banjara Soul
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários :

  1. Que fotos legais! Já tinha ouvido falar da cidade mas confesso que nunca tinha prestado atenção nas fotos. Gostei muito! Viagem incrível a sua!

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula, pois é, a gente, e nesta eu me incluo, não sabe muita coisa sobre os países da Ásia, pois as notícias que mais recebemos é sobre a Europa e EUA.
      Algumas coisas a gente at[e vê na tv ou nos filmes, mas acaba não gravando em nossa mente. Mas para quem gosta de história e cultura milenar, a India é riquíssima.
      beijos

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.