Milhas aéreas, você sabe como acumular e viajar de graça?

Esta semana eu li várias matérias nos jornais sobre milhas aéreas vencidas porque os usuários de cartões de crédito não fizeram o resgate dentro do prazo. Só em 2011 foram mais de 5 milhões de passagens aéreas perdidas. Isso se deve, na maioria dos casos, pela falta de conhecimento sobre como funcionam estes programas de milhagens.

Milhas aéreas, você sabe como acumular e viajar de graça?

De certo modo, o mercado acaba se regulando sozinho, pois se todo mundo resgatasse suas milhas, esse negócio não valeria a pena para os bancos e companhias aéreas.

Só que, para os leitores(as) aqui do blog, eu quero informar como funciona este sistema para ninguém perder os prazos e deixar suas milhas expirarem.

Qual a maneira mas fácil de acumular milhas?
Não é complicado, mas é preciso ser bem organizado para não perder os prazos de validade e muito menos fazer um cartão de crédito e/ou compras desnecessárias somente com o objetivo de acumular milhas. 

Você pode acumular milhas por trechos voados, por compras em seu cartão de crédito ou por compras nos parceiros comerciais das companhias aéreas. 

Vou fazer um pequeno passo a passo em seis etapas para você saber como se filiar a um programa de milhagens e como acumular estas milhas através de compras no seu cartão de crédito.

Milhas aéreas, você sabe como acumular e viajar de graça?

Primeiro passo: você precisa se cadastrar no site de um ou mais programas de milhagens. Para não me estender muito, vou citar os dois programas que são mais populares aqui no Brasil: o Smiles, da Gol e o Fidelidade, da TAM.

Na Gol, você precisa fazer um cadastro no site da companhia para obter o seu número Smiles, que será usado para ganhar milhas em vôos ou na utilização do seu cartão de crédito.

Na TAM, você precisa se cadastrar no site da companhia e depois no site da Multiplus, para obter o seu número Fidelidade. Você pode se cadastrar nas duas companhias, mesmo tendo um único cartão, pois você vai escolher qual programa utilizar somente na hora do resgate das milhas.

Na TAM usa-se o termo “pontos” e não “milhas” como na Gol. Mas é só uma questão de nomenclatura, o funcionamento é praticamente o mesmo.

Segundo passo: se você já tem um cartão de crédito, que pode ser somente nacional, você já vai para o próximo passo, senão você precisa antes se associar a um cartão de crédito que seja filiado em um destes programas de milhagens.

Terceiro passo: pronto, depois desta etapa, a cada compra que você faz no seu cartão vai somando milhas. A quantidade de milhas que você ganha por dólar gasto depende de cada cartão. Mesmo nas compras em reais, a moeda padrão para regular as milhas é o dólar.

Quarto passo: você precisa resgatar as milhas acumuladas no seu cartão de crédito e enviá-las para o seu programa de milhagens, junto às companhias aéreas. Cada cartão tem um tempo em que você pode ficar acumulando milhas sem vencer. Conforme o cartão, pode ser de um a três anos. Cuide bem para não perder este prazo.

Para fazer um resgate de milhas, a Gol exige um mínimo de 5.000 e acima disso, em múltiplos de 1.000. Ou seja, você pode resgatar 5.000 ou 6.000, 7.000, 10.000 e por aí vai. Na TAM, o mínimo é de 10.000 pontos e acima disso, múltiplos de 1.000.

Quinto passo: escolhido o programa em que você vai baixar/resgatar as milhas, você tem ainda mais um prazo para usá-las, que agora ficam acumulando no seu programa de milhagem. Na TAM você pode acumular pontos por dois anos e na Gol, por três anos.

Em períodos normais, cada trecho nacional necessita de 10.000 milhas. As companhias aéreas fazem também muitas promoções, principalmente na baixa temporada, onde é possível viajar por 3.000 milhas por trecho, desde que o bilhete seja emitido com certa antecedência. Existem ainda as promoções relâmpago, que acontecem geralmente em finais de semana. Na alta temporada, em feriadões ou próximo da data da viagem, o número de milhas por trecho nacional pode chegar a 20.000.

Sexto passo: você já fez tudo até aqui, só falta emitir o bilhete? Muita atenção também para a data de validade deste bilhete. Na TAM, para trechos nacionais, ele tem validade de 3 meses e na Gol, de um ano. Se você tiver que cancelar a viagem, é possível, mas terá que pagar uma multa de cerca de 10% sobre as milhas utilizadas para emitir o bilhete. Se você não utilizar o bilhete dentro do prazo e não cancelar, você perde toda a passagem, sem direito a nenhum ressarcimento.

Milhas aéreas, você sabe como acumular e viajar de graça?



Esse sistema de acúmulo de milhas no cartão de crédito só vale se você usar muito o seu cartão. Se você usar pouco, vai ser complicado atingir o limite mínimo para resgate dentro do prazo de validade. Sem contar que a anuidade dos cartões de crédito filiados nestes programas costuma ser maior.

Uma vantagem interessante que muitos cartões oferecem é o Seguro Viagem/Saúde, para passagens pagas com cartão de crédito. Mas se você pagou o bilhete com milhas e só a taxa de embarque com o cartão de crédito, também tem direito a este seguro. 

Outra forma de acumular milhas é voando mesmo. Quanto mais você voa, mais milhas você acumula. Inclusive em companhias aéreas parceiras. 

Você também acumula milhas comprando produtos e/ou serviços de empresas parceiras das companhias aéreas, como locadoras de veículos, hotéis, postos de combustíveis, lojas de roupas, de cosméticos, farmácias, supermercados... Veja quais são estas empresas nos sites das companhias (e também no site da Multiplus) e depois se cadastre nos sites destas empresas participantes. 

Eu tenho o cartão Smiles e o Fidelidade e as minhas viagens quase sempre são pagas com milhas. Dificilmente eu pago com dinheiro um bilhete. Só faço isso quando preciso muito viajar e não tenho milhas suficientes ou quando existe uma promoção tão boa que não compensa pagar com milhas. Eu uso bastante o cartão de crédito, mas para não me perder ou me atrapalhar com as compras, dificilmente parcelo, pago tudo em uma única vez. 

O ideal é acumular milhas como consequência de seus gastos e nunca comprar só para ganhar estas milhas.

As regras para emissão de bilhetes internacionais são um pouco diferentes, mas entendendo como funciona este sistema e a emissão nacional, fica bem mais fácil para você entender depois como emitir um bilhete internacional.

Você participa de algum programa de milhagem?  Se você ficou com alguma dúvida, deixe nos comentários. 

Beijos,
Ana Maria

*Atualização em março de 2017: os Programas de Milhagens sofreram algumas alterações em relação à quantidade de milhas para resgate, tempo de validade, etc., mas a maneira de acumular, via gastos em cartões de créditos e milhas voadas é praticamente o mesmo. 
Foram acrescentados alguns parceiros, como supermercados, farmácias, postos de gasolina, lojas online, enfim, comprando nestas lojas, além da pontuação no cartão de crédito, ainda tem a pontuação por ter comprado em uma loja parceira.


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

18 comentários :

  1. Amiga do céu... Tô começando a perceber que não sei nada sobre avião e viagens!!! Se não fosse seu blog, estava perdida!

    Muito interessante isso!
    Beijos
    Lucy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu querida! É é um pouco trabalhoso mesmo controlar as milhas, mas vale a pena! Bjs

      Excluir
  2. Interessante que as próprias cias.aéreas divulgassem tais serviços,porém como foi dito,não é muito *vantajoso.Sou a "fã" dos cartões fidelidade.
    Aproveito messsmoooo,como não haha.Na Star Aliance sempre deu certinho.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia, como você viaja muito, cartão fidelidade é prioridade (rimou)! Bjs

      Excluir
  3. Ana!!
    Você salva vidas e dinheiro..rs.
    Eu nunca tinha parado para analisar e me inscrevi nos dois.
    Obrigada! Com certeza esse post vai ser muito útil quando for resgatar minhas milhas!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, que bom que este post ajudou você! Bjs

      Excluir
  4. Sou fã de carteirinha dos programas de fidelidade, pelo menos a gente vê um retorno dos nossos gastos.
    O que mais uso é o 'Km de Vantagens', dos postos de gasolina Ipiranga ~já resgatei meus pontinhos 2x, e sem nenhum transtorno~, tem também o Viaja Dotz, usados em alguns supermercados e farmácias. Aqui tem uma rede de supermercados São Luiz, que tem o programa de fidelidade 'Cliente Mais', e claro, Sou Cliente Mais.

    Adorei o post Ana.
    Mega beijos
    Vanessa Muniz
    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van, pois é, "de milha em milha" a gente faz um bilhete (ou vários), hehehe... Eu tinha quase certeza que você também já estava ligada nessa!
      Se ficarmos atentas, veremos que muitas empresas onde fazemos nossas compras, são participantes destes programas de pontos/milhagens. Eu fico de olho, onde tem parceria, tô me associando. Não se paga nada para isso e como vamos consumir mesmo, damos preferência a estas, ao invés de comprarmos em outro lugar que não nos dá vantagem nenhuma.
      Cartão de crédito eu uso de qualquer modo, então, acima de R$ 10,00, pago no cartão e vou "catando milha".
      Milhas ganhas por trecho voado é o que menos tenho, já que quase sempre viajo de graça! Beijão e obrigada!

      Excluir
  5. Oi Ana, tudo bem?
    Eu tenho o Smiles da Gol e meu namorado também, mas recentemente ele fez um cartão para o programa da TAM (aquele que ganha 300 postos para cada vez que abastece o carro nos postos Ipiranga)!
    Vale super à pena e é assim que "pagamos" a maioria das nossas passagens!
    Ótima dica para quem não conhece...

    Quando puder venha fazer uma visita, ok?
    Bjxx
    makesdami.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriam, esse programa de KM de vantagens é ótimo. Ainda não me cadastrei porque na minha rota diária não tem nenhum Posto Ipiranga, só BR e eu não vou desviar o caminho só para abastecer... A Panvel (tem aí em Curitiba, no Batel) também tem convênio com o Multiplus, da TAM. Se a gente utiliza serviços ou compra produtos de empresas que têm programa de milhagens, não podemos marcar bobeira. Pode deixar, vou parecer sim! Bjs

      Excluir
  6. Eu n tenho nenhum desses, minha mae q sempre ganha e ela já veio p o Brasil de graça, obrigada pela visita e venho te convidar p participar do sorteio de Natal lá no blog, caso vc ainda n esteja participando, conto com vc, beijinhos !!!

    http://www.descontraidas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você usa muito o cartão de crédito e compra produtos ou serviços de empresas parceiras das companhias aérea, vale a pena. Você não esteve recentemente visitando sua irmã no Canadá? Qual a cia aérea? Veja se é parceira da TAM ou da Gol e faça logo o seu cartão Smiles ou Fidelidade, não custa nada. Normalmente as companhias dão de 4 a 6 meses de prazo, após a utilização do bilhete, para solicitar os pontos. Um voo de ida e volta ao Canadá deve dar no mínimo 10.000 pontos. Vale a pena, hein? Bjs

      Excluir
  7. Fico tão triste quando leio isso hahaha viajo "bastante" e sempre acabo esquecendo de acumular as milhas. Na verdade, acabei de comprar passagens com o meu namorado, e gastamos R$903,00 e não colocamos em nenhum cartão :(

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, mas seu namorado ainda pode aproveitar as milhas voadas (ou descontos na próxima compra, se for na Azul). Bjs

      Excluir
  8. Como estou sem cartão de crédito não tem como acumular milhas , mas acho a idéia demais!! e com certeza tem que aproveitar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, mas você pode acumular milhas se cadastrando nos sites de empresas parceiras. Veja se o supermercado, loja ou farmácia onde você compra normalmente é parceiro do Multiplus ou do Smiles. Você acumula milhas independente da forma de pagamento. Bjs

      Excluir
  9. Gostaria de sabe como funciona para as passagens pagas à vista ou em cartão de débito? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Caso você queira saber se elas acumulam pontos/milhagens, infelizmente não, apenas se você comprar com cartão de crédito, pois esta pontuação quem oferece é o cartão de crédito e não a companhia aérea.
      No caso da companhia aérea, você ganhará a pontuação quando realizar o voo, mas você precisa estar cadastrado no programa de milhagens e informar seu numero fidelidade na hora da compra ou no momento do check in.
      Abraços

      Excluir

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.