Buenos Aires para turistas de primeira viagem – Parte II

Buenos Aires é uma cidade encantadora, de estilo europeu, com ótima gastronomia, excelentes vinhos (principalmente os de uva Malbec) e vida noturna bem agitada. É praticamente impossível não se apaixonar por ela.


Av. Corrientes, a avenida mais cultural de Buenos Aires, onde há a maior concentração de livrarias e teatros da cidade. Vista do Obelisco, no cruzamento com a Av. 9 de Julho

No post anterior você aprendeu algumas dicas de como organizar melhor a sua primeira viagem para esta cidade e agora, numa difícil tarefa, vou selecionar 12 coisas imperdíveis para ver ou fazer em Buenos Aires. Como são dicas para quem está indo pela primeira vez, vou priorizar os passeios diurnos. Dicas de Buenos Aires by nigth, só show de tango mesmo.


1 - Passeio de ônibus turismo: é feito em um ônibus com 2 andares, oferece fones de ouvido e um áudio-guia em 10 idiomas, com a descrição dos principais pontos por onde ele passa. Este passeio é legal fazer no 1º ou 2º dia, pois durante 2 horas, ele circula por praticamente toda a cidade. Isso, se você fizer o passeio todo direto, mas você pode descer e subir em qualquer ponto. Os bilhetes são vendidos para 24h e 48h. Tem à venda pela internet (buenosairesbus), com 5% desconto ou no ponto de partida, que é na Calle Florida esquina Diagonal Norte. O valor para 24h é de $ 90,00 (R$ 45,00) e o ônibus sai a cada 30min. O legal é pegar logo de manhã, pois se tem o dia inteiro para descer e subir nos pontos que mais interessar.

2 – Passear a pé pelo centro: é a melhor maneira de se conhecer o centro histórico da cidade. A Calle Florida é um grande calçadão onde se concentram muitas lojas e um ótimo lugar para fazer compras.


Uma dica é conhecer também a Casa Rosada, sede do governo federal, que fica na Plaza de Mayo. Possui visitas guiadas, sem custo e se pode inclusive ir até a famosa sacada, onde Evita Perón aparecia para uma multidão de pessoas.

Casa Rosada, sede do governo federal argentino

Sacada da Casa Rosada, com vista para a Plaza de Mayo

Nessa praça, sempre há manifestações, seja das Mães de Maio, que tentam localizar seus filhos desaparecidos durante a ditadura militar ou de ex-combatentes da Guerra das Malvinas, lutando por seus direitos à indenizações.

Catedral de Buenos Aires

A Catedral também fica nessa praça e vale uma visita. Por fora ela apresenta um estilo grego, com colunas e por dentro, é mais bonita ainda, cheia de detalhes, também com pequenos altares laterais.

Café Tortoni - em funcionamento desde 1858

Pelo centro existem inúmeras cafeterias charmosas e a mais antiga, na Avenida de Mayo é o Café Tortoni, que à noite também apresenta shows de tango em 2 palcos distintos.

O famoso alfajor Havanna também merece uma atenção especial. São várias as lojas pela Calle Florida e vale uma paradinha para degustar este delicioso doce acompanhado de um capuccino Havanna.


3- Galerías Pacífico: este shopping pode não ser o lugar mais acessível para fazer compras, mas só a beleza do prédio já compensa a visita. Os preços também não são nada fora do padrão, apenas não é um lugar para pechinchas. Escrevi mais sobre este shopping, leia neste post aqui. Embora seja bem elitizado, não é o shopping mais caro de Buenos Aires. Seu concorrente é o Patio Bullrich, que fica no bairro da Recoleta.

Obelisco, Buenos Aires
Av. 9 de Julho e o Obelisco

4- Passear pela Av. 9 de Julho e ver o Obelisco: esta avenida é uma das mais largas do mundo, com 140 metros de largura e nela se encontra o principal cartão postal da cidade, o Obelisco. É um monumento com 68 metros de altura e foi construído em 1936, para homenagear os 400 anos de Buenos Aires.

Fachada do Teatro Cólon

5- Teatro Cólon: belíssimo teatro, inaugurado em 1908, foi recentemente restaurado (mas não totalmente concluído ainda). Localiza-se na Av. Cerrito, 628, paralela à Av. 9 de Julho.

Vista da platéia, palco e camarotes

Possui visitas guiadas, durante a semana, das 9h às 17h, com duração de 1h. Valor de $110 pesos (55 reais), somente em moeda local. A visita vale a pena, mas para quem não se importa de andar bastante e subir escadarias, pois o teatro é grande e se anda praticamente por tudo. A visita inclui desde o palco, os camarins, até o subsolo, onde ficam as salas de consertos dos figurinos e depósito de cenários.

6- Puerto Madero: as antigas e decadentes docas portuárias foram todas restauradas em 1989 e tornou-se um local belíssimo para passear e um ótimo centro gastronômico. Às margens do Rio da Prata, fizeram um grande calçadão, onde centenas de portenhos e, principalmente turistas, passeiam todos os dias e podem escolher entre inúmeros restaurantes, onde vão provar o delicioso churrasco argentino.

Puente de La Mujer

Ao longo dos 4 diques, existem 5 pontes que ligam Madero Leste a Madero Oeste e a mais visitada delas é a Puente de la Mujer, inaugurada em 2011, a obra é uma criação do arquiteto e engenheiro espanhol Santiago Calatrava. A Puente de la Mujer possui 5m de largura, 160m de comprimento e pesa cerca de 800 toneladas.

No próximo, confira as demais sugestões que eu selecionei para você, que está planejando conhecer Buenos Aires e também para quem já conhece, pois é sempre bom relembrar ou conferir se deixamos escapar alguma coisa.

Beijos,
Ana
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários :

Obrigada por comentar!
É bom demais receber o retorno dos leitores. Responderei o mais breve possível, então lembre-se de voltar aqui depois para ler a sua resposta.

*Você pode também marcar "Notifique-me", para ser avisado por e-mail quando o seu comentário for respondido.